7 coisas que fazem bons funcionários saírem - Auvo - Plataforma de Gestão de Equipes Externas

É comum ver os gestores reclamarem de como é difícil conseguir bons funcionários e que eles estão cada vez mais escassos no mercado. Por isso vemos os gestores tentarem manter a todo custo os colaboradores que realmente dão resultado para a empresa. Porém, alguns hábitos dos gestores podem fazer seus colaboradores quererem buscar novos ares. Temos de lembrar da velha máxima: as pessoas não deixam as empresas e sim os seus gestores. Por isso vou listar 7 coisas que os gestores fazem que podem mandar seus bons funcionários para bem longe.

1.Sobrecarga de trabalho

Uma equipe por mais bem gerida que seja é heterogênea e possui diferenças entre a qualidade de trabalho de um para outro funcionário. Então é comum que os chefes imponham maiores cargas de trabalho aos seus bons funcionários. Excesso de trabalho prejudica a vida pessoal do seu funcionário e faz com que ele tenha a impressão que está sendo punido por prestar um bom serviço. Além disso estudos da Universidade de Stanford mostram que mais de 50 horas semanais de trabalho prejudicam a produtividade de seu colaborador, ou seja, você pode estar diminuindo sua capacidade produtiva.

Caso seja imprescindível ter a mão de obra de um colaborador especifico por mais tempo converse com ele e dê a ele alguns benefícios por se sacrificar mais do que os outros. Pode ser um bônus financeiro, uma semana de folga, uma promoção, fica a seu critério. O que você não pode fazer é trata-lo como apenas mais um em sua equipe.

2.Não reconhecem o esforço do profissional

É impressionante o que um elogio pode fazer com uma pessoa, muitas vezes isso é mais importante que gratificações financeiras. Então comunique-se com seu funcionário, mostre a ele que você está satisfeito com o trabalho realizado e que o valoriza muito por isso. Dê feedbacks honestos e você terá o apoio do seu colaborador.

3.Não se preocupam com o ser humano

Mais da metade das pessoas deixam os empregos por conta do relacionamento com seu chefe. Então gestores que não compreendem bem que o seu funcionário é mais do que apenas números e tarefas executadas conseguem ter um resultado muito maior. É muito importante equilibrar o lado pessoal e profissional no relacionamento com os subordinados. Você não precisa ser amigo pessoal mas deve ter uma postura de quem se preocupa com o que acontece na vida dessas pessoas. É impossível trabalhar com alguém 8 horas por dia, se não estiver pessoalmente envolvido e achar que a única preocupação que você deve ter é com o rendimento e a produção.

4.Não honram seus compromissos

Eu sempre desconfio de pessoas que prometem demais. Sempre me vem a imagem de um politico quando vejo gestores que gostam de fazer isso. Por isso tome muito cuidado com o que você promete, isso faz com que você faça um “contrato” com a pessoa e se você não cumpri-lo ficará em maus lençóis. Muitos gestores acham que irão motivar seus funcionários prometendo bonificações, promoções ou qualquer outra coisa. Porém ao não cumprir ele perde o respeito e acaba desmotivando ainda mais o colaborador. Afinal porque ele deveria cumprir e honrar seus compromissos se o seu próprio chefe não faz isso?

5.Trabalhar com péssimos profissionais

De todos os pontos esse com certeza é o mais critico. Steve Jobs costumava dizer que pessoas nível A dificilmente conseguiriam trabalhar em harmonia com pessoas nível B ou C e isso é totalmente verdade. Bons colaboradores possuem uma paixão que os fazem sempre quererem alcançar os maiores resultados possíveis e se ele não estiver rodeado de pessoas com o mesmo objetivo ele se sente mal, começa a acumular funções e os resultados abaixo das expectativas o desmotiva. Por isso coloque os melhores lado a lado, nunca nivele por baixo.

6.Não permite que a criatividade tenha espaço

Profissionais talentosos e apaixonados estão sempre buscando coisas novas para agregar ao seu trabalho. É função do gestor incentivar esse comportamento. Porém muitos gestores querem que seus subordinados trabalhem dentro de uma caixa, fazendo somente o que lhe foi mandado por medo da produtividade e o foco caírem. Isso não tem sentido. Estudos mostram que profissionais criativos são cinco vezes mais produtivos.

7.Eles não desafiam seus colaboradores

Colaboradores acima da média precisam frequentemente serem desafiados a construir algo impossível. Isso faz com que eles tenham um comportamento disruptivo e façam coisas completamente novas. Então se você não desafia-lo com frequência fará com que ele ache o trabalho chato e entediante e o force a procurar um novo lugar onde ele terá novos desafios.

Traga-os para perto

Se você quer que ele fique com você por muito tempo pense cuidadosamente como irá proceder com ele, lembre-se ele não é como os outros e nem pode ser tratado como tal. Muitas vezes esses colaboradores são duros com a empresa, com você e com eles mesmos, mas isso trará uma nova perspectiva. E nunca desista de montar uma equipe com players nível A. Boa sorte na jornada e saiba, é um privilégio ter este tipo de colaborador ao seu lado.

Se não conseguiu ler todo o conteúdo, faça o download da versão em PDF, para ler mais tarde.

Gabriel é CEO da Auvo e já ajudou mais de 1500 empresas a aumentarem a produtividade da sua equipe de campo. Além disso gerenciou equipes externas durante 7 anos e sabe bem as dores de um gestor.

Related Post

07 atitudes diárias que deixarão sua mente mais pr...
127
Buscar conhecimento é sempre a melhor maneira de evoluir tanto mental quanto socioculturalmente e existem atitudes diárias que deixam a mente mais pro...
9 coisas que líderes ultra produtivos fazem.
109
Quando se fala em resultados todos nós enfrentamos os mesmos desafios, sendo parte de uma equipe externa ou não. No entanto você já deve ter percebido...
7 Dicas de como motivar funcionários externos
290
Você deve saber muito bem que fazer a gestão de equipes externas não é uma missão tão simples, tampouco quando se fala em motivar funcionários externo...
5 qualidades que você precisa ter para se tornar u...
168
Gerenciar equipes externas não é um trabalho fácil, arrisco me a dizer que é um dos mais difíceis que já tive em minha carreira. É necessário muito jo...