Os indicadores chave de performance de sua equipe técnica - Auvo - Plataforma de Gestão de Equipes Externas

Para te ajudar a entender melhor o nosso texto nós vamos começar te explicando o que são os indicadores chave de performance.

Eles são dados ou informações numéricas que representam determinados fenômenos ou acontecimentos que são usados para medir diferentes processos e por fim também os seus resultados.

Esses dados vão depender da área em que atua. No caso da área de equipes de manutenção, você terá alguns indicadores principais que são: custos, preventiva, horas de corretiva, MTTR e MTBF, mas não se preocupe vamos falar de cada um deles separadamente.

Nós falaremos também de indicadores mais gerais, mas que você deve ficar de olho para ter um planejamento de manutenção de qualidade. Vamos começar?

1 – MTBF (Tempo Médio Entre Falhas): Esse dado retrata a média de tempo decorrido entre uma falha e a próxima vez que ela pode vir a acontecer.

Esse tempo pode ser calculado por uma fórmula (tempo total de funcionamento correto em um período dividido pelo número de falhas).

Ex: Um sistema deveria operar corretamente durante 9 horas. Durante esse período, verificam-se 4 falhas. Somando-se todas as falhas, temos 60 minutos (1 hora). Calculando o MTBF, teríamos: MTBF = (9 – 1)/4 = 2 horas.

2 – MTTR (Tempo Médio Para Reparo): Aqui você vai medir quanto tempo gasta para fazer o reparo após o surgimento da ocorrência das falhas.

E tem uma fórmula um pouco mais simples para definir esses dados também (total de horas de sistema parado por conta de falhas dividido pelo número de falhas).

Ex: Se você gastou 60 minutos para resolver 4 falhas, então gastou em média 15 minutos em cada uma. Esse número é importante para medir o rendimento e a agilidade do trabalho de seus colaboradores.

3 – Horas de Corretiva: Aqui você medirá quanto tempo foi gasto para fazer manutenções corretivas nos clientes.

Você pode definir se quer fazer por tipo de máquina, por área de atuação ou uma métrica geral de todos os colaboradores.

Esse é mais um número importante para medir o rendimento de seus colaboradores. Dá pra medir de forma mais generalizada ou por tipo de equipe.

Você deve escolher o que é mais importante para o seu modelo de empresa.

4 – Levantamento de Custos: Esse pode ser um indicador mais geral ou específico.

Como assim? É bem simples.

Você pode escolher um custo único para medir o quanto está sendo gasto de material para realizar a manutenção ou pode escolher algo mais amplo como o gasto de gasolina de todas as equipes externas.

Esse levantamento de custo depende da necessidade de controle de gastos da sua empresa.

É importante que você meça de vez em quando todos os custo da empresa para descobrir se precisa fazer alguma mudança nas equipes ou no modo dos atendimentos.

5 – Cronograma de Manutenção Preventiva: Para esse serviço ser feito com qualidade é preciso que você estipule certas datas para visitar o cliente e fazer a prevenção.

E é bom ter esse controle para poder cobrar dos colaboradores se fizeram ou não as visitas que estavam marcadas.

Esse é um indicador chave de performance bem importante, pois mostra ao cliente que você está preocupado em resolver os problemas da empresa dele.

Agora fique atento aos indicadores mais gerais para ficar de olho em relação a gestão das equipes externas de manutenção.

1 – Horas Gastas em Treinamento: Aqui você vai medir quanto tempo é gasto em treinamentos novos para as equipes externas de manutenção e quanto isso custa para empresa.

Através desses dados você consegue descobrir se esses treinamento estão melhorando a performance dos colaboradores ou se só estão tomando o tempo deles.

2 – Horas de Manutenção por Oportunidade: As manutenções por oportunidade são aquelas que surgem enquanto você está realizando o atendimento.

3 – Dados de Estoque: Esse indicador é a medição do consumo dos recursos (dinheiro) do que há no estoque.

Esse é um indicador geral mas bastante importante para saber se há produtos suficientes no estoque e a quantidade de produtos que tem tido saída durante os períodos que selecionar.

Essa é uma boa maneira de fazer o controle de manutenção.

Comece logo a medir os indicadores chave de performance da suas equipes externas de gestão e tenha mais controle do que está sendo gasto e do desempenho dos colaboradores.

Tenha gestores mais preparados para cobrar de seus subordinados e também crie premiações para os melhores funcionários. É uma ótima forma de motivar!

Aproveite para fazer o download de nosso ebook sobre Customer Success! É só clicar no link abaixo e fazer o seu cadastro.


Se você não conseguiu ler todo o conteúdo, faça o download da versão em PDF para ler mais tarde.

Gabriel é CEO da Auvo e já ajudou mais de 1500 empresas a aumentarem a produtividade da sua equipe de campo. Além disso gerenciou equipes externas durante 7 anos e sabe bem as dores de um gestor.