Supervisionar a manutenção, a operação, os técnicos e os ativos, é uma tarefa considerada difícil e que demanda tempo e atenção. Sendo assim, se faz necessário o uso de um software para gestão da manutenção.

O gerenciamento de uma empresa que tenha dezenas, senão centenas, de ativos é complexo e consome tempo. Pensando em uma solução para mudar o aspecto de gerenciamento, a utilização de um software passou a ser necessária.

Pensando nisso, vamos falar sobre os benefícios do software para gestão da manutenção e como ele pode fazer a diferença na sua gestão, bem como melhorar a eficiência, maximizar a lucratividade e reduzir o tempo de inatividade.

Quer saber como isso pode ser feito? Separei os benefícios de uso e como funciona cada vantagem dentro, e fora, da sua empresa!

Afinal, o que é um software para gestão da manutenção?

É uma ferramenta para todo gestor que necessita de ajuda para organizar e gerenciar os seus ativos e a sua equipe externa de manutenção, por exemplo. O seu foco é garantir uma gestão da manutenção melhor estruturada.

É como se fosse a sua mão direita!

O software garante que os sistemas de produção operem como são projetados, minimizam o tempo de inatividade e aumentam a produtividade das equipes.

Se fossemos definir o gerenciamento da manutenção, diríamos que nada mais é do

que uma maneira do gestor saber mais sobre os seus colaboradores, ativos e ter a oportunidade de trabalhar com métricas e dados.

As vantagens do software para gestão da manutenção

Para que o gestor passe mais tempo do seu dia se preocupando com atividades estratégicas, medindo o que pode melhorar e tomando decisões baseadas em dados, é preciso contar com uma boa ferramenta.

Em uma pesquisa realizada pela CFO Magazine, 90% dos entrevistados disseram que precisam fazer mais com dados financeiros e operacionais para obter visibilidade crítica de suas operações.

O que isso significa? Que dados e análises estão mudando a maneira como os gestores pensam sobre os problemas da companhia como um todo, possibilitando visualizar mais oportunidades.

Tenho certeza que você não quer ficar fora dessa, não é? Então veja como fazer para obter esses dados, automatizar os seus processos e ter mais tempo para ações estratégicas:

1. Planejar a manutenção preventiva

Se você quer reduzir os custos operacionais da sua empresa e lucrar ainda mais com a sua equipe de técnicos, é preciso planejar bem a manutenção preventiva dos seus ativos.

Eventualmente, as máquinas e equipamentos sofrem degradação, mas com uma ação preventiva é possível mantê-los funcionando por mais tempo.

Para começar, é preciso fazer um levantamento de todas as máquinas, bem como o histórico de peças e a quantidade de atividades que esse ativo já proporcionou.

Agora eu te pergunto: como ter essas informações em mãos sem a necessidade de procurar planilhas antigas ou documentações, como as O.Ss manuais, e só assim separar o que é necessário?

Para que essa atividade seja realizada com sucesso e automatizada, para verificar as estatísticas e perceber padrões, é preciso mais! Um software para gestão da manutenção resolveria toda essa questão!

Ele realiza o agendamento de inspeções e manutenção, evitando a ocorrência de problemas de última hora e reparos caros.

Isso pode ser feito com a Agenda do Auvo, por exemplo. Com a agenda montada, o gestor não precisa parar o seu trabalho todo dia, ou toda semana, para conferir qual máquina necessita de manutenção.

Se você fizer o cálculo dos indicadores de manutenção, saberá qual o tempo em que cada máquina tem uma parada e necessita de manutenção. Assim, montará a agenda automatizada, sabendo sempre quando a falha acontecerá.

Por exemplo, se a sua empresa aproveita para fazer a locação de equipamentos que ficam em muito tempo ociosos, saberá, exatamente, quando aquele ativo precisará de manutenção. Mesmo que ele não esteja dentro da empresa.

2. Gerenciar O.S eficientemente

Como você faz e gerencia as suas Ordens de Serviços hoje? Provavelmente são feitas manualmente, repassadas ao final do dia e dispostas em várias planilhas, correto?

Se você ainda faz esse tipo de atividade, pode estar perdendo o tempo que poderia ser investido em outras prioridades. Sem falar que para um bom planejamento de manutenção, ter esses dados em mãos é essencial.

Como mudar essa situação?

Investir em sistemas de O.Ss digitais é a melhor opção! O sistema te ajudará a organizar tanto a quantidade, como a qualidade dos materiais, bem como a mão de obra necessária para a execução de cada serviço.

 

Sabemos que acompanhar a execução de cada ordem de serviço em tempo real é o sonho de todo gestor de equipes técnicas. Por isso, a Auvo disponibiliza essa automação de forma simples.

A O.S é enviada por e-mail para o cliente, com as fotos, formulários, assinatura do cliente e horário de chegada e saída do colaborador, de forma simples e prática, veja:

Dessa maneira, o seu colaborador não precisará voltar à empresa, toda vez que receber um chamado, apenas para pegar a O.S.

Também é possível rastrear automaticamente todas as ordens no sistema e capturar o histórico associado a cada peça de equipamento. Muito mais prático!

3. Aumentar a produtividade

O software de manutenção pode ser vinculado a dispositivos móveis, permitindo que os técnicos de manutenção acessem informações em tempo real, verifiquem as próximas atividades e obtenham todas as O.S.

Consegue imaginar o aumento do tempo em atividade que o seu colaborador conseguirá obter apenas com a possibilidade de não voltar a empresa sempre que precisar fazer um novo serviço?

Não é só a produtividade da equipe ou do colaborador que é aumentada. Você, gestor, também pode aumentar a sua.

Geralmente, os gestores sofrem ao final de cada mês tendo que reunir informações avulsas para gerar os relatórios consolidados, certo? Muito tempo é perdido e as informações não chegam.

Agora, se toda a operação for feita em um software para gestão da manutenção, como o Auvo, os relatórios poderão ser gerados a partir de um único clique.

Veja os relatórios disponíveis no desktop:

4. Reduzir o tempo de inatividade

O tempo de inatividade é caro, tanto em termos de perda monetária, quanto em termos de produtividade e reputação.

Quando você se concentra na manutenção preventiva planejada, o tempo de inatividade do equipamento também é minimizado.

Ou seja, é possível reduzir o tempo de inatividade em todos os âmbitos da empresa!

A ideia é permitir que a equipe passe mais tempo em campo, realizando as atividades e atendendo os clientes e menos tempo se preocupando com o equipamento ou com o tempo de parada.

Para isso, é preciso otimizar processos e não só gerenciar bem a equipe, mas os ativos da sua empresa também.

5. Saber o custo real da sua operação  

Com todas as informações disponíveis, como as de ordens de serviços, materiais utilizados, mão de obra, informações dos relatórios, entre outras, você consegue saber o custo real da sua operação.

Você pode estar perdendo dinheiro por não fazer a gestão da sua equipe e dos seus ativos, sabia disso?

É preciso gerar resultados, sem que o tempo seja perdido e você precise, novamente, gastar o seu tempo coletando e compilando dados.

E se você está se perguntando se está na hora de investir em um software de gestão da manutenção, a resposta é simples: você deseja mais produtividade, reduzir custos operacionais e ter informações sobre os seus colaboradores?

Então, a resposta é sim! Utilize um software para gestão da manutenção e tenha todos esses benefícios na sua empresa! Teste o Auvo grátis por 3 dias e confira!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.