Uma das principais dificuldades dos gestores da Haskell Cosméticos, empresa consolidada com anos de experiência no mercado doméstico, era de controle de rotas dos seus colaboradores.

Conversamos com o Diretor Gleyter Siqueira, para saber como a empresa conseguiu melhorar as rotas dos colaboradores e, consequentemente, reduzir os custos e aumentar a produtividade das suas equipes.

Então, se o seu objetivo é ter um maior controle das rotas que as suas equipes fazem, continue lendo esse artigo e saiba como fazê-la na sua empresa também!

Sobre a Haskell

Com uma visão empreendedora e de muito conhecimento, palavras indispensáveis para a construção de qualquer empreendimento, nasceu a Haskell Cosmética Natural.

A fundadora da empresa, partindo da necessidade de produtos capilares que suprissem a carência dos profissionais de beleza, identificou a demanda de produtos diferentes e inovadores.

Por meio de altos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, treinamentos de capacitação e a implantação de um eficiente sistema de logística, os produtos ganharam o mercado e hoje é possível encontrar Haskell em todo território nacional.

Com a distribuição dos produtos pelo território nacional, ter o controle de rotas dos colaboradores e dos promotores se tornou essencial para o bom funcionamento da entrega dos produtos.

Assim, o Auvo surgiu como ferramenta importante para automatização e gestão das informações e das rotas dos colaboradores.

Principal desafio: o controle de rotas

Uma das maiores dificuldades de todo gestor de equipes externas é roteirizar as atividades dos colaboradores, já que a maioria só conta com aplicativos de rotas a partir da instalação nos celulares.

Porém, dessa maneira, não é possível afirmar que o colaborador fez a melhor rota ou a mais econômica e se realizou as visitas com maior prioridade primeiro.

Essa é uma tarefa para um bom software de roteirização, o mesmo que ajudou a Haskell nos seus desafios diários.

Como nos contou Gleyter Siqueira, o principal desafio antes de utilizar um gerenciador de equipes de campo, era o controle de rotas feitas:

“Antes não tínhamos o controle que temos agora, e isso na prática tem me auxiliado e auxiliado os gestores também. Principalmente para saber se os custos que eu pago estão de acordo com a rota feita. Essa era a nossa principal dificuldade antes do uso da Auvo.” Relatou o diretor.

Sendo assim, não conseguiam saber sobre a localização dos seus colaboradores externos e não tinham como determinar uma rota ideal para as suas visitas aos clientes.

Diante desse grande desafio, visando a redução de custos e o aumento da produtividade dos seus colaboradores, a Haskell encontrou uma grande ajuda.

A solução encontrada pela Haskell: o Auvo

O Auvo aparece como solução para a gestão e controle de rotas, além de outras dificuldades gerenciais encontradas pela Haskell:

“Ainda há pouco tempo de utilização da ferramenta, mas ela tem me auxiliado muito no controle de gastos, de rotas e na verificação se o serviço está sendo realizado diretamente no ponto de venda, já que podem tirar o pedido sem ir ao cliente.”

Ou seja, não é apenas no controle de rotas que a Auvo veio como solução, como citou o Diretor da Haskell, a empresa conta também com maior controle de gastos com a equipe, uma das principais procuras de mudança para quem pensa em investir em um software de gestão externa.

Quanto a verificação do serviço que está sendo realizado nos pontos de vendas, a realização fica por conta do relatório fotográfico, das O.S e do check-in e check-out automático que confirmam a visita até o local.

Com a ferramenta e todos os benefícios em mãos, perguntamos ao Diretor Gleyter se houve aumento da produtividade das suas equipes com o uso do Auvo, ele nos contou que:

“Sim, houve um aumento significativo da produtividade de nossas equipes, ainda pelo pouco uso do sistema. Mas agora estou conseguindo saber melhor sobre a produtividade dos colaboradores, como o tempo gasto para realização das atividades e a diminuição de tempo gasto com abertura de chamados, agendas e deslocamento até o local”.

E, por fim, para que fosse comprovado essa grande parceria que, apesar de pouco tempo, já se mostrou importante e significativa, pedimos para que Gleyter resumisse o Auvo em uma pequena frase. O diretor frisou que “o auvo é uma ferramenta de grande valia no dia a dia do concorrido mercado”.

Ou seja, o Auvo é uma tecnologia que vem evoluindo e ajudando os clientes a superarem o mercado saturado e ter mais controle para que isso aconteça.

A Haskell Cosméticos conseguiu resolver seu principal desafio ao gerir uma equipe externa: o controle de rotas, a redução de gastos e a comprovação das visitas.

Você também possui alguma dificuldade com a sua equipe externa? Teste o Auvo por 3 dias grátis e faça como o Haskell. Clique aqui e inicie o teste!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.