Como uma empresa que possui o desafio de fazer o gerenciamento de serviços de campo passa a ser vista como um centro de lucros que prevê o sucesso no futuro?

Tudo se resume a um conceito simples: elas estão sempre atentas às mudanças no setor e nas tendências do futuro, dando um passo à frente dos seus concorrentes.

No ano de 2018 houve várias mudanças no mercado, por isso, é preciso se reinventar para o novo ano.

Segundo pesquisa da CNI, os empresários estão mais otimistas e terminam o ano confiantes, com expectativas positivas e percepção de melhora das condições dos negócios.

Sabendo que o mercado de empresas que trabalham com equipes externas está sempre se reinventando, pesquisamos e separamos o que está destinado a ser tendência em 2019.

Confira e comece a aplicar agora mesmo!

O que esperar no gerenciamento de serviços de campo em 2019?

A tecnologia tem crescido em um ritmo muito acelerado! Não é algo que advém do achismo, as estatísticas estão mostrando algumas tendências que, certamente, irão refletir no serviço de campo:

  • O mercado mundial de serviço de campo passará a valer $4,1 bilhões de dólares até 2025, segundo pesquisa da Grand View Research;
  • 74% das empresas disseram supervisionar ou fazer uma avaliação semanal dos resultados do uso da AI, aponta pesquisa;
  • Pesquisa realizada pela Cisco, prevê que mais da metade população mundial usará dispositivos móveis em 2020, ou seja, esses dispositivos também serão cotados como uso indispensável nas empresas;
  • A Cisco ainda divulgou que mais de 26 bilhões de dispositivos estarão conectados em 2020, o tráfego online triplicará em todo o mundo, com aumento anual de 22%.

Essas previsões mostram o efeito que a tecnologia trará para o negócio.

Agora que falamos sobre as estatísticas, está na hora de saber o que fazer com elas:

1. Adoção da tecnologia

A primeira tendência que impulsionará o sucesso da sua empresa é a adoção de tecnologia. Pode parecer taxativo, mas ainda existem várias empresas que não estão fazendo o uso de soluções em tecnologia e ficando para trás na automação de processos.

A automação de serviços de campo está comprovada para gerar receita mais rápida, reduzir custos, aumentar os níveis de produtividade, garantir qualidade, precisão e consistência.

Essa automação, juntamente com o uso da tecnologia, permite que as equipes externas sejam mais eficientes, trabalhem de forma mais produtiva e gerem mais lucro.

2. Análise preditiva

Os dias em que os técnicos de empresas de assistência, como as de manutenção de ares-condicionados, por exemplo, podiam se tranquilizar quanto aos chamados de reparos, acabaram.

A manutenção preventiva tende a se tornar ultrapassada para empresas do ramo de assistência e manutenção.

As empresas de gerenciamento de serviços de campo estão, agora, procurando a manutenção preditiva como o caminho do futuro. De forma que os técnicos possam monitorar, de forma proativa, a integridade do equipamento.

Dessa forma, as ações serão predeterminadas para que os possíveis danos não cheguem a acontecer, criando, assim, um ambiente seguro.

3. Gestão estratégica de custos

Estamos vivendo em um ambiente de constante mudança, e é fato que as empresas precisam se adaptar a elas.

Portanto, tomar a decisão certa no momento certo passa a ser algo primordial para o futuro das empresas.

Em outras palavras, as situações decisórias no âmbito profissional, podem afetar toda a empresa positivamente ou negativamente, em questão de custos.

Nesse sentido, uma das tendências para 2018 é justamente essa gestão estratégica, buscando modelos que sejam capazes de detectar falhas em seus processos, que venham a otimizar seus recursos evitando distorções, retrabalhos e perda de competitividade.

4. Empresas data driven

As mudanças nos setores de gerenciamento externo, mostram a importância da análise de dados e sua capacidade de fornecer às empresas insights sobre como melhorar o desempenho e a produtividade dos funcionários.

É o que chamamos de empresas data driven, empresas que trabalham com dados para a tomada de decisão!

Como gestor de serviços de campo, é provável que você já esteja familiarizado com as inúmeras maneiras pelas quais os dados são coletados. Mas como falamos logo acima, é preciso pensar na adoção da tecnologia para ter dados em mãos os relatórios completos também.

Por exemplo, se você não possui um relatório técnico automatizado, ter as informações do dia-a-dia da sua equipe, pode ser algo que te demande tempo, e perda de tempo não é a palavra de ordem para 2019.

5. A experiência do cliente continua a valer ainda mais

Isso mesmo! Nada de pensar só na parte operacional do gerenciamento de serviços de campo. Em 2019, a sua empresa deve ir mais além e pensar nos clientes também.

Todos os principais avanços nas maiores empresas hoje em dia giram em torno de uma única ideia: Customer Centric. Que é melhorar as experiências dos clientes, através de um excelente serviço.

Os técnicos da sua empresa estão em constante interação com os seus clientes, então, por qual motivo você não os ouve para entender melhor como está os atendimentos e o que eles acham do que está sendo oferecido?

Outra maneira de medir a experiência do cliente é com uma pesquisa de satisfação automatizada, de forma que você tenha dados concretos para a tomada de decisões.

Os clientes também estão solicitando reformulações na atuação de serviços em campo, exigindo mais das empresas e dos técnicos com os quais eles interagem.

Se o seu objetivo é capacitar os técnicos, aumentar o engajamento do cliente e impulsionar os lucros, aprender sobre essas tendências te ajudará a seguir o caminho correto em 2019.

O próximo passo é utilizar todas as tendências e dicas dadas neste artigo para que o gerenciamento de serviços de campo seja efetivo em 2019!

Gabriel é CEO da Auvo e já ajudou mais de 1500 empresas a aumentarem a produtividade da sua equipe de campo. Além disso gerenciou equipes externas durante 7 anos e sabe bem as dores de um gestor.