Arquivos Auvo - Auvo - Plataforma de Gestão de Equipes Externas
Otimização do tempo: aumente as visitas em campo com o Auvo

Otimização do tempo: aumente as visitas em campo com o Auvo

A otimização do tempo é um dos maiores desafios no dia a dia do trabalho. Quando alguém pergunta sobre a rotina, geralmente respondemos: “ah, tô na correria!”.

E é verdade! Gerenciar o tempo é um desafio muito grande! É preciso muito esforço e planejamento.

Porém, quando falamos na gestão de equipes externas, existem ferramentas tecnológicas para otimizar tanto o seu tempo de gestor, quanto o das suas equipes.

Estou falando do Auvo, uma ferramenta criada pela Auvo Tecnologia, para gerenciamento e controle de equipes externas. Para entender melhor as funcionalidades desta plataforma, você pode dar uma olhada neste artigo.

Aqui, mostrarei como essa ferramenta pode ser muito útil na otimização do tempo, para que sua equipe faça mais visitas e assim, obtenha mais lucro e produtividade.

O Auvo visa automatizar processos que muitas organizações fazem a moda antiga, como: verificar as localizações dos colaboradores, verificar as atividades do dia, e também, e também, a montagem de um roteiro de visitas.

Além disso, com o Auvo é possível reunir todos os relatórios no final do mês em uma só plataforma, otimizando a produtividade do colaborador, e também do gestor, pois, não será necessário verificar relatório por relatório.

Vamos começar falando de umas das principais vantagens do Auvo: a roteirização.

Otimização do tempo com roteirização

É muito comum que gestores de equipes externas roteirizem o dia a dia da sua equipe, visando um número maior de visitas e também, maiores resultados.

Mas essa tarefa é muito trabalhosa se feita manualmente, é um trabalho árduo do gestor nem sempre traz os resultados esperados.

O trânsito das cidades também não colabora para que as tarefas sejam feitas com mais agilidade, além disso, não basta distribuir tarefas aleatoriamente.

Levar em conta o local de onde parte o colaborador, a distância entre os clientes, e muitas outras possibilidades também é importante para a criação de um roteiro.

Por isso, o Auvo atende a essa necessidade: a capacidade de roteirizar de forma automatizada e muito mais prática para o gestor.

Por exemplo: se um colaborador já terminou suas atividades em campo antes do horário previsto, ou adiantar tarefas do dia seguinte, através do Auvo é possível agendar outra tarefa de acordo com a localização em que ele está.

Com o Auvo, isso pode ser feito com alguns cliques, ou “arrastando” na agenda, que com certeza vão otimizar o tempo do gestor de equipes. Falaremos mais sobre isso no próximo tópico, certo?

O Auvo, através da roteirização, monta o roteiro rapidamente, não sendo necessário ficar muito tempo analisando o mapa e fazendo contas de quilometragem.

Como roteirizar tarefas no Auvo

Ao abrir a Agenda no sistema, e clicar em “Mais ações”, vai ser possível selecionar o menu “Roteirização de tarefas”, assim, aparecerá a seguinte tela:

Perceba que é possível selecionar o colaborador, e depois o período de roteirização, selecionar se serão todos os dias semana ou dias selecionados. Também é possível organizar em quais horários da jornada do colaborador as visitas serão marcadas.

Logo abaixo, o Auvo mostra como cadastrar as tarefas a serem roteirizadas. Ao lado da tarefa, é possível visualizar as localizações no mapa enquanto as tarefas forem cadastradas.

Após cadastrar todas as tarefas, basta clicar em “Roteirizar tarefas”, e o Auvo vai montar o roteiro de tarefas daquele colaborador, como demonstra a imagem abaixo:   Depois disso, é só acrescentar essa rota à agenda do colaborador. Viu, como foi rápido? Montar a agenda das suas equipes fica muito ágil!

E caso seja preciso repetir essa mesma rota, é possível, no sistema, selecionar os  dias de repetição e pronto! Não será necessário montar a rota novamente, dentro do período que foi selecionado.

Além disso, o Auvo não leva em conta apenas a localização para montar um roteiro de visitas. Por vezes, acontecem alguns chamados emergenciais e é preciso que sua equipe se desloque o mais rápido possível para determinado cliente, para realizar uma manutenção corretiva. O sistema também leva isso em conta.

Basta selecionar o nível de prioridade da tarefa: se ela possui prioridade alta, média ou baixa.

Na roteirização, o Auvo detectará as tarefas de alta prioridade e as combinará com a localização adequada para uma rota otimizada.

Dessa forma, o sistema leva esses três aspectos em consideração: a prioridade, a localização e o tempo que cada tipo de serviço leva para ser feito.

Essa funcionalidade dá mais autonomia para o gestor, pois otimiza o tempo dele, quando ele não precisa abrir o Google Maps para analisar a rota,  e também o das equipes porque possibilitará mais visitas em um dia de trabalho.

Existem outros elementos que precisam ser otimizados para que o tempo também seja. De nada adianta roteirizar as tarefas com excelência, se a agenda dos colaboradores não é gerida de forma inteligente. É sobre isso que vamos falar no tópico a seguir.

Gestão inteligente de agenda

A agenda e a produtividade das equipes são fatores que estão interligados.

A quantidade de visitas realizadas com qualidade e a gestão da agenda dos colaboradores, nos permite definir quão produtiva aquela equipe é.

Por isso, para uma otimização do tempo efetiva é preciso organizar a agenda de forma inteligente. E para isso, o planejamento é a peça-chave.

No caso da equipes de externas de manutenção, esse planejamento é ainda mais importante, pois entendendo os tipos de manutenção é possível saber também o tempo gasto em cada tipo, e assim aumentar a produtividade da equipe com qualidade.

Existem 3 tipos de manutenção: a preditiva, a preventiva e a corretiva.

A manutenção preditiva se trata de um acompanhamento periódico dos equipamentos ou máquinas, enquanto a preventiva diz respeito a prevenção de possíveis falhas.

Já a manutenção corretiva, como o nome já diz, para corrigir alguma falha. Uma agenda de manutenções preventivas bem feita pode evitar um maior número de manutenções corretivas, ou seja, uma agenda inteligente também influencia na quantidade de manutenções corretivas.

Manutenções corretivas são emergenciais, acontecem no momento em que algum equipamento apresenta falha e a equipe é chamada para resolver aquele problema. Por isso, são manutenções consideradas mais caras, porque não foram planejadas.

Perceba que cada tipo de manutenção necessita de um tipo de planejamento diferente e as agendas de cada tipo de planejamento precisam estar de acordo com as necessidades de acompanhamento, prevenção e reparos. Esses dados são fornecidos pelo Auvo.

Ele oferece informações como o número de manutenções feitas em cada máquina, o tempo das visitas, imagens do reparo, possibilidade da criação de checklists, previsão de custo por visita realizada, assim, a gestão da agenda se torna muito mais perspicaz.

Esses dados permitem a criação de uma agenda de manutenções preventivas muito mais eficiente, tornando todo o planejamento mais assertivo. Um bom planejamento economiza o tempo do gestor e otimiza a produtividade das equipes. Mas, como fazer isso no Auvo?

A agenda do Auvo

Por se tratar de um sistema de gestão web, todas as alterações feitas na agenda podem ser visualizadas por todos os colaboradores em tempo real.

Os colaboradores, inclusive, recebem as alterações em tempo real nos seus smartphones, evitando viagens perdidas caso algum cliente precise desmarcar uma manutenção, voltar até a empresa para buscar novas ordens de serviço, ou ainda, buscar materiais específicos para algum de tipo de manutenção.

Com a agenda programada, ele já sairá preparado com os materiais necessários para toda a jornada de trabalho, desde o início do dia.

O Auvo permite a gestão da agenda de forma muito simples, sendo possível “arrastar” uma tarefa de uma data para outra, sendo automaticamente reagendada.

Essas atribuições auxiliam na otimização do tempo, pois muitos gestores acabam passando o dia inteiro organizando rotas e horários de visitas, e acabam deixando de lado outras obrigações necessárias.

A capacidade de programar com muita antecedência deixa as manutenções preventivas mais assertivas, pois, a vida útil das máquinas/equipamentos será maior, sendo possível, inclusive, prever a substituição de equipamentos.

Assim, pode-se ter noção do orçamento necessário para fazer a troca de equipamentos, auxiliando também na agenda de manutenções corretivas.

É possível, inclusive, calcular a probabilidade de falhas para que seja possível ter ideia da frequência de manutenções preventivas que devem ser feitas. Você pode entender melhor lendo esse artigo sobre MTBF.

Percebe a importância de um sistema como o Auvo na sua gestão de equipes? Ele otimiza o tempo e também o andamento de todos os processos, tornando sua equipe muito mais produtiva.

Mas não só sua equipe! Você, como gestor, já deve ter pensado como o seu tempo tem sido corrido. Vamos aprender como otimizar o tempo do gestor também?

Tempo do gestor

A maior reclamação da maioria dos gestores é que eles passam muito tempo tomando conta de questões operacionais da empresa, como: agendar tarefas, preencher formulários, quantificar dados etc.

Quando, na verdade, deveriam dedicar maior tempo em questões estratégicas, como: definir metas, dar feedbacks, dar treinamentos, entre outras.

Uma ferramenta de gestão de equipes, como o Auvo, auxilia nesse processo. Ao invés de fazer toda a parte operacional, o Auvo fará tudo isso por você.

No Auvo é possível realizar pesquisas de satisfação, checklists, ordens de serviços, além de relatórios das atividades do colaboradores. Assim, sobra mais tempo para cuidar da parte estratégica, não é?

O Auvo pode ser o seu braço direito nesse quesito, pois, ele fornecerá as informações necessárias para montar estratégias específicas para cada perfil de colaborador, como: a satisfação dos seus clientes com o atendimento, o tempo gasto em cada tarefa, o preenchimento correto das pendências da tarefas, e muitas outras.

Ah, essa é uma dica importante para uma gestão de foco estratégico: não pense na sua equipe como uma grande massa! Os colaboradores possuem perfis diferentes e, por isso, a produtividade também será diferente. Vale a pena levar isso em consideração.

Inclusive, analisando o comportamento dos colaboradores pelo Auvo, é possível melhorar o desempenho de colaboradores que não atingem as metas.

Por exemplo: Se você percebe que um colaborador possui maior rendimento, com o Auvo é possível quantificar o que aquele colaborador faz de diferente dos outros para que seu resultados sejam melhores, como: o tempo do atendimento, a organização das ferramentas, o cuidado no preenchimento de checklists, resultados das pesquisas de satisfação, entre outros.

Assim, ao perceber o que esse colaborador faz de melhor, será possível dar dicas certeiras no feedback dos outros colaboradores, a fim de aproximá-los no nível de rendimento, e aumentando a produtividade de todos.

Além disso, é válido lembrar que sempre é possível delegar atividades. Determinar algum colaborador de confiança para gerir o Auvo na sua empresa, seria interessante para sua gestão, pois, seu tempo seria poupado ainda mais no que diz respeito a questões operacionais.

O Auvo foi criado pensando em gestores como você, que se preocupam com a gestão eficiente das equipes externas, que sente necessidade de mais monitoramento e mais resultado. Que tal usar o Auvo e descobrir como funciona na prática? Teste o Auvo por 3 dias grátis!

Lorrayne é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos que ajudem os gestores a formar uma equipe externa de alta performance.

Gestão de Equipe de Campo: gerencie e otimize a sua equipe

Gestão de Equipe de Campo: gerencie e otimize a sua equipe

Fazer a gestão de equipe de campo é uma atividade muito desafiadora. Principalmente quando todos os colaboradores raramente estão na empresa, mas sim em constante movimento.

Um dos principais desafios dessa gestão é lidar com muitas pessoas, em locais diferentes, trazendo muita informação sobre clientes e produtos.

Diante desse cenário, os gestores das equipes precisam examinar grandes quantidades de dados para certificar de que todas as atividades foram devidamente executadas.

A medida que as atividades são realizadas, o gestor também se sobrecarrega com vários dados desorganizados sobre o fluxo de trabalho dos colaboradores.

Dessa maneira, ele não possui mais tempo, tampouco entusiasmo, para analisar os dados em mãos e tomar decisões estratégicas que aumentem a produtividade e otimizem o tempo gasto da equipe.

Separei algumas dicas de ouro para todo gestor que deseja fazer a gestão de equipe de campo de forma eficiente. Se você é um deles, esse artigo é para você!

 

Automatize os processos

Formulários impressos, papéis com ordens de serviços para coleta de assinaturas ou para atualizar a execução dos serviços geram custos altos e risco de alteração ou extravio.

Além do mais, o preenchimento de vários formulários diminui a produtividade da sua equipe e aumenta o tempo de cada atividade, uma vez que um serviço pode demandar o preenchimento de até três formulários.

Pense comigo: Se mais de 10% do seu dia for gasto relatando e armazenando o trabalho que os seus colaboradores estão fazendo, algo está errado.

Por isso, reduza a quantidade de relatórios que eles precisam fazer, para que possam se concentrar em fazer o trabalho e agradar, cada vez mais, o cliente!

 

Planeje e programe a demanda da sua equipe

Como você já deve saber, nada que é feito de última hora acontece da maneira correta.

E em uma gestão de equipe de campo, ter planejamento é alto vital para a produtividade dos colaboradores.

Muitos gestores não organizam a demanda de trabalho das equipes e acabam tendo que pagar bem mais em horas extras. Tudo por falta de previsão e planejamento.

Por isso, planeje, sempre antecipadamente, as visitas ou manutenções que os seus colaboradores ou equipes precisam fazer.

Dessa maneira, a sua equipe se programa para não deixar nenhum cliente sem atendimento.

Mas se você está imaginando que seria muito difícil cuidar e planejar o cronograma de atividades da sua equipe, você pode contar com a ajuda de um software altamente eficaz.

O Auvo é um software que te ajuda com o planejamento e a demanda de cada equipe ou colaborador.

Afinal, com ele você consegue planejar toda a agenda de atendimentos e visitas. Os seus colaboradores sabem, exatamente, quem devem atender e você fica por dentro dos serviços realizados.

Se todas as empresas estão automatizando a gestão das suas equipes, porquê a sua empresa não seria uma delas, não é mesmo?

 

É tudo questão de boa liderança

“Inovação vem de inspiração”, essa é uma frase que um antigo gestor meu usava e ela foi muito importante para a conquista da minha carreira.

E é muito importante que as equipes sejam lideradas por gestores que vão além de orçamento e cronogramas.

Mais do que ser um bom gestor, seja um líder nato. Bons líderes definem metas alcançáveis, possuem prioridades e incentivam cada membro da equipe a dar o melhor de si, mantendo todos os objetivos em mente, sempre.

Os líderes devem ter uma visão clara, saber sobre a equipe e sobre os esforços que cada equipe têm para alcançar os seus objetivos.

 

É necessário contratar mais colaboradores?

Essa é uma pergunta que muitos gestores fazem quando a empresa está crescendo e as demandas estão cada vez maiores.

A resposta para essa pergunta é simples: você não precisa de mais colaboradores, você precisa de uma gestão eficiente que aumente a produtividade dos colaboradores que já fazem parte da sua empresa.

Isso mesmo! O crescimento da sua empresa não significa, necessariamente, que você deve aumentar a quantidade de colaboradores.

A solução para as demandas que estão aumentando é também o aumento da produtividade.

Você consegue aumentar a produtividade dos colaboradores quando investe em soluções que otimizem a sua gestão, como o Auvo.

Quando eles sabem exatamente quem atender, qual rota seguir, qual os próximos clientes e possuem relatórios específicos acerca das atividades, a produtividade aumenta e as demandas diminuem.

Dessa maneira o retorno sobre investimento (ROI), que cada gestor deve fazer para saber se a empresa está ganhando ou perdendo com cada investimento, pode aumentar cada vez mais.

Afinal, o investimento em um software de gestão de equipe de campo é muito menor, mais prático e automatizado, do que contratar novos colaboradores para atender as demandas a mais.

Pense bem e invista no que dá retorno a sua empresa!

 

Meta dada é meta cumprida?

Todo gestor deve criar metas de acordo com cada equipe e cada demanda, além dos objetivos que a empresa possui em crescimento e faturamento.

É necessário que metas sejam pré-estabelecidas e que o gestor deixe claro, para cada colaborador ou equipe, quais são as metas que é necessário alcançar, desde o início.

Para todo projeto, atividade, investimento etc, forneça sempre à sua equipe informações básicas e a visão estratégica do todo.

As informações motivam os funcionários e a sua gestão de equipe de campo fica mais clara.

Agora eu te pergunto: Como você sabe o porquê um colaborador consegue alcançar a meta e o outro não se você não possui um relatório com os dados de todos os atendimentos?

Relatórios são uma ferramenta essencial para tomar decisões. Eles fornecem ao gestor as informações de que ele precisa para entender um determinado problema e definir o melhor caminho para a empresa.

Pois é, pelo visto está na hora de investir em um software de gestão de equipe de campo, onde você consegue ter em mãos relatórios sobre cada atividade realizada e tomar decisões mais assertivas.

Além de conseguir ter um bom planejamento das atividades realizadas e saber, por exemplo, o tempo que cada colaborador passa em um cliente.

Dessa maneira, você consegue entender a razão de um dos seus colaboradores não ter atingido as metas dadas, afinal a produtividade dele pode estar baixa e o tempo de realização de tarefas muito alto.

Gestão de equipe de campo complicada? Não mais!

Seguir todas as dicas anteriores equivale a nada se os colaboradores não puderem realizar as atividades com eficiência.

É necessário que o gestor, como bom líder para a sua equipe, forneça ferramentas e infraestrutura que promovam a colaboração e eficiência dos colaboradores.

Uma certeza que eu posso te dar é que a produtividade aumenta quando os membros da equipe possuem a ferramenta certa para realizar o trabalho com eficiência.

Dessa maneira, para ficar à frente, a inovação é necessária.

Como automatizar os processos, planejar demandar, criar agendas, tomar decisões baseada em dados e todos os outros problemas de uma gestão de equipe de campo, se o gestor não conta com a ajuda de uma ferramenta eficaz?

Todo esse trabalho passa a ser uma dor de cabeça e os outros processos ficam guardados na gaveta, não é mesmo?

Descomplique a sua gestão e foque em aumentar a produtividade dos colaboradores que já fazem parte da sua equipe.

Para isso, você conta com um sistema eficaz em gestão de equipe de campo, que te simplifique o gerenciamento dos processos e agilize as operações da sua equipe: O Auvo.  

Sabe como? No Auvo você consegue ter uma visão mais abrangente de todo o planejamento das atividades, podendo medir a produtividade de cada colaborador e equipe.

Contando com essa ferramenta, você controla as atividades dos colaboradores, sabendo exatamente o tempo gasto em cada tarefa, obtendo relatórios e tomando decisões mais assertivas.

O que acha de testar o nosso sistema por 7 dias gratuitamente? Comece agora, basta clicar aqui!

Agora que você já sabe como gerenciar e otimizar a gestão de equipes de campo na sua empresa, não perca tempo e comece agora mesmo a aumentar a produtividade dos seus colaboradores!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Como calcular o ROI da sua equipe externa?

Como calcular o ROI da sua equipe externa?

Vou começar esse post com uma pergunta não muito simples: Você sabe o que é ROI, como calculá-lo e onde isso te ajuda com a gestão da sua equipe externa?

Pois é, o ROI pode parecer algo muito complicado na prática, mas como estou aqui para te ajudar, resolvi escrever esse artigo especialmente para você.

O termo ROI é uma sigla inglesa para “Return over Investiment”, ou “Retorno Sobre Investimento”.

Com esse indicador, de forma geral, você consegue saber quanto a sua empresa está ganhando, ou perdendo, com cada investimento realizado.

E para escolher corretamente os investimentos que devem ser feitos por sua empresa, a melhor maneira é entender quais estratégias estão te dando resultados e são capazes aproximá-los das metas.

Mas com tantas táticas, como saber qual a melhor?

A resposta é: Calcular precisamente o ROI e tomar decisões a partir dele. Mas se você quer saber como isso pode ser feito, fique conosco e vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre como calcular o ROI da sua equipe externa!

Afinal, o que é o ROI?

Bom, como você já sabe o básico sobre ROI, ou “Retorno Sobre Investimento”, vou te explicar mais algumas informações necessárias.

Quando eu te falei que você pode identificar o quanto a sua empresa está ganhando, ou perdendo, com investimentos, isso inclui tudo o que foi feito visando lucrar no futuro, como, por exemplo:

  • Investimento em treinamentos
  • Aquisição de novas ferramentas
  • Novas estratégias para retenção de clientes
  • Contratação de novos colaboradores.

Quando se tem a informação sobre quais investimentos estão, realmente, valendo a pena, você consegue prosseguir otimizando aqueles que estão dando certo para gerar mais resultados.

Por que é tão importante calcular o ROI da sua equipe externa?

Porque, se realizado corretamente, nenhum outro indicativo é tão eficaz quanto o ROI.

Além do mais, ele te ajuda a responder algumas perguntas profundas sobre o seu negócios, como:

  • Quais são as maiores fontes de lucro da sua empresa?
  • Todo o processo de vendas da sua equipe está eficiente?
  • O atendimento ao cliente está contribuindo para uma boa fidelização?
  • Os novos colaboradores então gerando o que era esperado?

Com o ROI você consegue uma boa direção para encontrar informações que irão te ajudar a responder essas e outras perguntas.

Agora eu vou te ensinar, de uma forma rápida e simples, como calcular o ROI da sua equipe externa.

Vamos aprender como calcular o ROI?

A maneira mais simples para calcular o ROI é a seguinte: Subtrai-se o lucro pelo investimento inicial e divida novamente pelo investimento inicial. A fórmula ficará dessa maneira:

Essa fórmula pode ser usada tanto para analisar o negócio como um todo, quanto para avaliar uma área ou uma equipe individualmente.

Dessa forma, você consegue identificar se há erros ou algum problema em qualquer parte do negócio.  

Lembrando que o lucro é tudo aquilo que a sua empresa arrecada a partir das vendas. Se você for calcular o ROI de uma área específica, utilize apenas o valor levantado pelo segmento escolhido.

Por exemplo, para calcular o ROI de uma de suas equipes, o valor do lucro deve representar apenas as vendas dessa equipe e não da empresa como um todo.

principais kpis para gestão comercial

Como você avalia os resultados:

Para explicar melhor essa métrica vamos analisar o exemplo que eu te dei ali em cima. Se a sua equipe teve um lucro de R$ 300.000,00 e o seu investimento inicial foi de 100.000,00, o ROI deve ser calculado da seguinte maneira:

ROI= (300.000 – 100.000)/ 100.000= 2

Ou seja, o seu ROI é de R$ 2.00. Isso significa que, para cada R$ 1.00 investido, você recebe R$ 2.00.

Ps: Você pode multiplicar esse resultado por 100 para obter os dados em porcentagem.

Embora o cálculo acima possa parecer a solução para todos as suas perguntas sobre investimento da sua empresa, é importante que você saiba que ele há limitações.

Por exemplo, como você sabe que um ROI de 2% é bom ou ruim?

Bom, isso vai depender de várias situações. Como por exemplo, se esse valor for de um cálculo diário, estará ótimo! Mas se for um investimento de longo prazo, esse investimento já não foi bom.

É por isso que você pode, e deve, calcular o seu retorno de acordo com o que você deseja verificar. Ele pode ser calculado tanto diário, quinzenal ou mensal.

Por fim, ao analisar os resultados é importante entender de onde vieram os números e garantir que todos os cálculos, para todas as suas equipes, utilizem o mesmo padrão.

E como você pode obter todos os dados e números necessários para calcular o ROI da sua equipe externa? É aqui que um aplicativo de gestão de equipes externas, como o Auvo, pode te ajudar.

Vamos saber mais sobre como isso acontece?

Vantagens em utilizar um Software de Gestão de Equipes

Agora você já entendeu o que é ROI, como ele funciona e como é feito o seu cálculo, certo?

Pois bem, agora eu vou te mostrar como um software de gestão de equipes externas pode te ajudar a obter os números que você necessita.

Controle de atividades e desempenho

Vou começar com uma pergunta simples e te explicar o contexto:

Quando você passa as tarefas para os colaboradores, como você sabe se elas estão sendo designadas?

Se você não conta com um software de gestão de equipes, provavelmente, tem que confiar na palavra dos seus colaboradores de que eles, realmente, realizam as tarefas.

Quando você, no fim do mês, analisa o desempenho dos seus colaboradores e quantas tarefas foram realizadas, em relação ao mês que se passou, nota que o rendimento está muito mais baixo que o normal.

E agora? Como você consegue ter os dados numéricos verdadeiros para poder medir o porquê isso está acontecendo e se os seus investimentos na sua equipe estão te dando algum lucro?

E se o que está afetando é a produtividade da sua equipe externa, você também sabe como medir isso?

Com o Auvo você consegue medir a produtividade de cada colaborador, bem como a de cada equipe; acompanhar quais tarefas já foram realizadas e em quanto tempo, por exemplo.

Na imagem abaixo você tem as seguintes informações:

  • Produtividade do mês da equipe
  • Média de tempo em atividade
  • Média de atraso nas visitas
  • Custo médio por tarefa                                                                                                                                                          

Com esses dados em mãos, você consegue calcular o ROI da sua equipe e entender onde estão os pontos que você precisa melhorar.

Custo médio por tarefa

Com um aplicativo de gestão de equipes você consegue medir o custo médio por tarefa, ou seja, quanto o seu colaborador está gastando para que aquela tarefa seja realizada.

Cada vez que uma tarefa é finalizada, os custos são registrados e vão para o relatório.

Assim como podemos observar no exemplo da imagem abaixo, retirada diretamente de um relatório do Auvo:

Isso também acontece com custos adicionais que a sua equipe ou colaborador pode ter na realização das atividades.

Assim, você consegue saber qual o custo médio, e o total, que cada colaborador, realiza e medir se esse custo está te dando algum retorno sobre o que o que você investe neles.

calcular produtividade equipe externa

Como usar o ROI para tomar decisões certas

Okay, agora que você tem esses dados e o valor do ROI, como ele pode te ajudar com a tomada correta de decisões?

  • Ação e reação

O que você fez e o que deixou de fazer para que o resultado tenha sido esse?. Ou então, o que você você não fez que, de alguma maneira, te atrapalhou a chegar nos resultados esperados?

Quando você analisa os dados obtidos você consegue entender quais foram os investimento que você fez na sua equipe ou empresa que te deram resultados.

E em cima desses dados, você também pode tomar a decisão certa do que foi bom ou não para a sua empresa.

Continuando com aquilo que te dá lucro e replicando, e descartando o que não funcionou, ou tentando melhorá-la.  

Assim, você tem uma previsibilidade dos seus negócios. E não há nada melhor do que acertar nos seus negócios e lucrar com isso, não é mesmo? 😉

  • Comprometimento da equipe

Quem é que não gosta de trabalhar em uma empresa que sempre tenha um bom desempenho, em que os projetos criados funcionam bem e os objetivos das equipes são sempre alcançados?

Esse é o justamente o tipo de ambiente que você conseguirá quando começa a trabalhar com o ROI em sua empresa.

Afinal, você conseguirá medir se todo o investimento você dá a sua equipe, bem como os gastos com o serviço, estão sendo bons para você.

Aqui você também consegue saber qual equipe está gerando mais lucro. E assim você consegue replicar tudo aquilo que está sendo feito também para as suas outras equipes.

  • Cortando gastos desnecessários e aumentando o lucro

Quando você analisa o seu retorno sobre seus investimentos e age em cima de todos os dados que foram encontrados, oferece muito mais do que apenas segurança financeira para a sua empresa, sabe por quê?

Essa avaliação mostra algo que também interessa para a sua equipe externa: quais investimentos valerá a pena manter e quais deve se abandonar.

Desse modo, todo o investimento que não está gerando lucro será eliminado a cada contagem do ROI.

Cortar esses gastos já contribui para o aumento do lucro e não para por aí!

Você pode usar o dinheiro da melhor forma possível, aplicando em métodos que deram certo na sua empresa.

Assim você aplica os recursos financeiros da sua empresa em recursos que poderão ser otimizados cada vez mais.

  • Resultados duradouros

Vamos combinar que não faz sentindo a sua empresa ter um boom no crescimento por alguns meses e depois voltar a ser o que era antes, não é mesmo?

Pensando nisso, é importante ter em mente que o ROI deve ser medido constantemente.

Ps: A forma como o ROI será medido varia de empresa, equipe e segmento. Mas, nós da Auvo, não aconselhamos ter um intervalo muito grande entre cada medição.

Para que os seus resultados continuem sempre crescendo, e o lucro aumentando, é necessário manter esse ciclo de acompanhamento e correção das possíveis falhas.

Como o seu objetivo com o cálculo do ROI é ter um lucro sempre constante, uma vez que esse cálculo é feito constante, os seus resultados serão mais duradouros e consistentes.

Diante de toda essa explicação detalhada, fica claro que o calcular o ROI da sua equipe externa tem um profundo impacto sobre a sua empresa, as suas metas, lucro e rentabilidade da equipe.

Por isso, use essas informações de forma consciente e como ponto de partida para tomar as decisões certas e lucrar cada vez mais.

E não se preocupe, a Auvo pode te ajudar a conseguir os dados necessários para o seu cálculo e aumentar o seu ROI da sua equipe externa!

Quer conhecer mais e saber como ela funciona? Faça um teste gratuito de 7 dias!

Gostou do nosso artigo? O que acha de deixar algumas sugestões de conteúdo para enriquecermos nosso blog? Estamos te esperando.

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Quais os principais indicadores de desempenho de uma equipe externa

Quais os principais indicadores de desempenho de uma equipe externa

Você tem noção da importância dos indicadores de desempenho na sua empresa?

Sabe que eles são necessários para definir qual a melhor estratégia e aplicar isso no sucesso do cliente?

Se a reposta for “não”, então esse material é pra você.

Vem comigo! 

O que você verá neste artigo:

  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores de qualidade;
  • Indicadores de tempo;
  • Indicadores de custo;
  • Por que utilizar indicadores de desempenho?;
  • A importância de utilizá-lo;
  • Devo acompanhar todos os indicadores?

Antes de começar a falar especificamente sobre tipos de indicadores do desempenho, gostaria de esclarecer que existe uma diferença fundamental entre indicadores de processos e indicadores estratégicos, veja:

  • Indicadores de desempenho de processos: também chamados de KPI (do inglês: Key Performance Indicator) estão focados em como a tarefa é realizada, medindo seu desempenho e se estão conseguindo atingir os objetivos determinados. 

Esse indicador deve ser quantificável por meio de um índice, normalmente representado por um número, que determine o andamento do processo como um todo ou em partes.

  1. Indicadores de desempenho estratégico: possuem a função de verificar se a organização está alcançando os objetivos determinados pela gerência, os chamados objetivos estratégicos.

Obs: É uma ferramenta muito usada para auxiliar na determinação desses objetivos é o Balanced Scorecard.

Medir e analisar resultados é a melhor maneira de avaliar o desempenho em qualquer área da sua empresa, por isso surgiu o termo KPI ou indicador chave de performance.

KPI nada mais é do que alguns indicadores que mostram se sua equipe está indo no caminho certo ou se existem pontos a serem melhorados.

Com esses dados você pode avaliar a sua estratégia.

Existem diversos tipos de indicadores de desempenho (KPIs) que fornecem uma série de informações que podem se encaixar em categorias. Dentre alguns deles podemos destacar:

  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores de qualidade;
  • Indicadores estratégicos;
  • Indicadores de tempo;
  • Indicadores de custo.

Indicadores de Produtividade

É a relação entre o trabalho e o tempo em que isso acontece.

Exemplo: Um colaborador consegue fazer cinco visitas em um dia. Já o outro, consegue fazer apenas 3 em um dia, portanto, é menos produtivo que o primeiro.

É aí que você deve investigar o motivo disso estar acontecendo. Podendo ser por falta de treinamento ou dedicação do seu funcionário.

Uma plataforma de gerenciamento, com certeza, te ajudará a monitorar melhor esses desempenhos.

Indicadores de qualidade

Eles andam juntos com os indicadores de produtividade, pois ajudam a entender qualquer desvio ou não conformidade que ocorreu durante a visita.

É importante saber em quantas visitas as atividades técnicas são resolvidas, isso mostra qualidade no serviço.

Na grande maioria dos negócios o ideal é resolver tudo na primeira visita, pois pode gerar problemas e stress em clientes, caso ultrapasse esse número.

E como você pode se informar disso?

Novamente digo, por meio de um aplicativo de gerenciamento, que tenha a funcionalidade de pesquisa de satisfação, assim o seu cliente poderá te informar com detalhes se tudo está saindo como planejado.

Isso te dará uma noção de como sua equipe se comporta e age em campo.

Indicadores de tempo

Medir o tempo que sua equipe gasta para executar as tarefas é essencial para montar a agenda dela de forma otimizada.

Sabendo o horário em que o seu colaborador chegou no cliente, e qual horário ele saiu, através do check-in check-out automático, também de ajudar a medir esse tempo!

expert em vendas externas

Indicadores de custo

Medir o quanto custou cada atividade é a melhor forma de você manter a rentabilidade em seu negócio.

Por isso, meça o valor do material gasto, o custo da hora de trabalho do técnico, o combustível e alguma eventual troca de equipamento.

Isso te dará uma visão se o trabalho está sendo lucrativo ou se precisa de ajustes.

Você também pode calcular isso através do ROI (retorno sobre o investimento), que é um indicador que permite saber quanto dinheiro a empresa perdeu ou ganhou com os investimentos feitos.

Por que utilizar indicadores de desempenho?

  • Disponibiliza a informação que o gestor necessita sobre cada etapa da tarefa;
  • Proporciona maior exatidão na tomada de decisões pelo gestor;
  • Tem por objetivo trazer mais eficiência e eficácia as tarefas;
  • Mais rapidez, melhor compreensão e transparência ao se divulgar resultados;
  • Indicadores de desempenho se tornam a medida da excelência da empresa;
  • Permitem a criação de um dashboard com todas as informações disponíveis de forma panorâmica;

Independente de qual categoria os indicadores se encontram, eles são igualmente importantes, pois são quem fornecem a visão que a empresa necessita para enxergar seus processos e conseguir uma base sólida para alinhá-los aos objetivos traçados.

A importância de utilizá-lo

Indicadores de desempenho são usados para o monitoramento das atividades da empresa.

Isto é: rastrear e seguir o andamento das tarefas, coletando informações relevantes de forma acessível para que os gestores tomem as decisões corretas, consequentemente, trazendo resultados positivos para a empresa. 

Devo acompanhar todos os indicadores?

Para aumentar a eficiência e aprimorar os resultados, não basta saber o que e quais são indicadores de desempenho.

É preciso entender quais são suas funções na empresa e acompanhá-los. Eles precisam estar alinhados com as estratégias do negócio. Caso contrário, ocorre o risco de acompanhar muitos números que não dizem nada e ajudam muito pouco.

Dessa forma, é importante fazer uma análise do momento que a empresa está passando e definir quais são os indicadores de desempenho mais adequados para cada objetivo

Comece logo a medir os KPIs da sua equipe externa e tenha mais controle do que está sendo gasto e do desempenho dos colaboradores.

Tenha gestores mais preparados para cobrar de seus funcionários e também crie premiações para os melhores funcionários. É uma ótima forma de motivar!

Agora que você já sabe quais o principais indicadores de desempenho, o que acha de deixar algumas sugestões de conteúdo que você gostaria de ver aqui no blog?

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Ponto Móvel, como você pode implementar em sua empresa

Ponto Móvel, como você pode implementar em sua empresa

Em tempos de crise econômica no país, se torna essencial economizar e moderar os custos para que a sua empresa tenha sucesso nos negócios. Uma das alternativas para que essa redução aconteça é utilizando o ponto móvel.

 

Você verá nesse post:

  • O que é Ponto Móvel?
  • Como o Ponto Móvel pode ajudar na gestão da sua equipe
  • Vantagens em implementar o Ponto Móvel
  • Controlando o rendimento da equipe
  • Redução de custos físicos
  • Otimizando a rotina de trabalho
  • Obtendo uma gestão de excelência

 

O sistema de ponto já não é mais o mesmo e as empresas não pretendem investir em equipamentos caros, já que a opção do ponto móvel online bateu à nossa porta.

Com ele, é possível minimizar tarefas, reduzir as despesas e otimizar os processos da sua empresa.

Ficou curioso para saber como isso acontece? Então vamos lá!

Afinal, o que é Ponto Móvel?

O ponto móvel funciona como qualquer uma das formas de controle de ponto manual, porém é feito a partir de algum dispositivo digital, seja ela telefone, tablet etc.

O controle de ponto digital é uma importante forma de melhorar a frequência dos seus colaboradores.

A tecnologia utilizada em um ponto móvel substitui o registro de ponto feito manualmente e isso traz mais confiança e eficiência para a sua equipe.

Assim, você consegue, por exemplo, saber exatamente o horário de entrada e saída da sua equipe externa, o tempo gasto em cada tarefa e o tempo para descanso e almoço.

O Ponto Móvel também beneficia os seus colaboradores, afinal eles não perderão mais tempo com o controle de ponto e o seu tempo será usado apenas para as atividades em benefício do cliente.

Como o ponto móvel pode ajudar na sua gestão de equipes

Vou começar te dando um exemplo que deve ser muito comum na sua empresa.

Quando os seus funcionários precisam realizar uma tarefa é necessário que eles passem primeiramente na empresa para bater o ponto, correto?

E quando isso não acontece, como você tem certeza que o seu colaborador chegou no horário correto para fazer o serviço?

O seu colaborador pode perder muito tempo, além dos gastos com transporte ou gasolina, apenas para ir até empresa bater o ponto antes de começar os atendimentos.

Usando um ponto móvel o controle de todas essas questões podem ser resolvidas digitalmente.

Para te ajudar ainda mais, você pode contar com um aplicativo que realize, por exemplo, o chek-in automático assim que o seu colaborador chegar e o check-out automático assim que sair de um atendimento.

Além disso, você consegue aumentar a produtividade do seu colaborador, sabendo, exatamente, quanto tempo foi gasto em cada atendimento ou quantos atendimentos foram, realmente, realizados.

Assim você consegue perceber quais colaboradores estão cumprindo com os prazos de atendimento e batendo as suas metas. E caso a produtividade esteja baixa, você consegue fazer as adequações necessárias.

Vantagens em implementar o Ponto Móvel em sua empresa

O gestor que consegue otimizar e gerenciar os seus processos consegue mais tempo para investir em atividades, realmente, importantes.

Por isso, resolvi listar algumas vantagens na implementação do ponto móvel na sua empresa e como ele pode te ajudar a reduzir custos.

Controlando o rendimento da equipe

Quando o seu colaborador passa a registrar de forma correta o horário e a saída para cada atividade, o gestor consegue medir a produtividade de cada funcionário.

Afinal, esse é um dos aspectos mais importantes do ponto móvel: a possibilidade de acompanhamento em tempo real do seus colaboradores, o que possibilita feedbacks sobre a produtividade no futuro.

Mas, como você deve saber, isso só é possível com a utilização de um bom sistema que possibilite acompanhar os seus colaboradores e que te ajude a identificar se ele ficou ocioso por algum período.

Partindo disso, é possível planejar mais estrategicamente a distribuição do fluxo de trabalho para cada membro da sua equipe.

Com essa ação você conseguirá deixar a equipe mais produtiva e motivada, pronta para os desafios que precisam enfrentar diariamente!

Redução dos custos físicos, com instalação e manutenção

O sistema de ponto antigo já está bastante ultrapassado.

Em substituição a ele existem aplicativos de ponto móvel que promovem tanto a eficiência no controle do ponto, quanto a redução de custos.

Sistemas de ponto antigos geram custos com a instalação e a manutenção dos mesmos, que de uma forma ou outra sempre acabam dando alguma dor de cabeça para a empresa.

Porém, com um ponto móvel, basta o seu colaborador ter o aplicativo instalado no celular e manter o GPS sempre ligado e pronto! Se preocupe apenas com a realização das suas atividades.

Além disso, a sua empresa diminui o gasto com papéis e tintas e armazenamento de documentos e vias de impressão que acabam se desfazendo com o tempo.

Otimizando a rotina de trabalho

A rotina de trabalho, vem sendo, a cada dia que passa, mais desgastante e com prazos curtos.

Já imaginou como deve ser difícil conseguir acompanhar toda a rotina de trabalho do seu colaborador, como ele administra o tempo em serviço e até o tempo de descanso?

Diante de todo o avanço tecnológico, muitas empresas modificam a maneira de facilitar a melhor forma de gerenciar o tempo dos colaboradores.

Nesse sentido, um aplicativo de ponto móvel facilita a gestão desse tempo, dando a oportunidade do gestor poder acompanhar e otimizar a rotina de trabalho dos seus colaboradores, aumentando, assim, a produtividade da sua equipe externa.

Podendo fazer, também, um melhor controle das horas extras e, até mesmo, diminuindo o pagamento da mesma. O que ajuda a estimar melhor as horas gastas na prestação de serviços.

Obtendo uma gestão de excelência

Você sabe que um dos grandes desafios de um bom gestor é apresentar e gerar resultados e estratégias que possam agregar mais valor e aumentar a produtividade da sua equipe externa.

Quando você adota um sistema de ponto móvel, consegue apresentar práticas que são sustentáveis e que possibilitam um maior alcance diferencial no mercado.

Além disso, o ponto móvel também oferece mais segurança.

Empresas que se preocupam em estar sempre um passo a frente com novas tecnologias e inovações, oferecem mais segurança para os seus colaboradores, de forma que as informações ficam salvas e não há perigo de perda.

Como você pode perceber, o ponto móvel traz muitas facilidades, além de reduzir custos, fornece informações mais seguras sobre o seu colaborador.

Isso te oferece um melhor gerenciamento da sua equipe.

Agora que você já sabe como implementar o ponto móvel na sua empresa e os benefícios que eles traz, que tal compartilhar conosco as suas dúvidas e experiências? Estamos aqui para te ouvir! 😉

 

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

7 Dicas de como motivar funcionários externos

7 Dicas de como motivar funcionários externos

Você deve saber muito bem que fazer a gestão de equipes externas não é uma missão tão simples, tampouco quando se fala em motivar funcionários externos a gestão fica mais fácil.

Afinal, existem vários desafios que precisam ser vencidos para que os resultados sejam alcançados. Além do monitoramento da própria distância física, é preciso entender os seus colaboradores e saber motivá-los sempre!

Você verá nesse post:

  • Tenha um objetivo
  • Incentive a busca por autonomia
  • Busque sempre melhorar e ser o melhor
  • Mantenha o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional
  • Apoie e incentive os seus funcionários
  • Proponha sempre metas claras e reais
  • Reconheça o que está sendo feito

Saiba que o seu colaborador tem uma necessidade de ser valorizado. Trabalhar em um bom ambiente que proporcione crescimento pessoal e profissional é uma das suas maiores motivações.

Isso não quer dizer que você deve deixar outras formas de motivar os funcionários externos de lado.

Pensando nisso, criamos esse artigo para você. Aqui você verá 7 dicas para motivar funcionários externos que irão também irão te ajudar. Boa leitura! 🙂

1. Primeiramente, tenha um objetivo  

As pessoas estão muito mais dispostas a trabalhar com algum objetivo em mente, se é algo que eles acreditam que terá um impacto positivo.  

Então, se você deseja que os seus colaboradores façam um bom trabalho, é importante que eles estejam alinhados com os objetivos e valores da sua organização.

Por exemplo, como o serviço de campo busca facilitar a vida dos clientes, o seu funcionário externo deve sentir que está fazendo o mesmo. Eles não estão apenas prestando um serviço, estão criando confiança com seus clientes!

Por isso, é muito importante que os valores da sua empresa sejam claros e estabeleçam uma conexão com os objetivos dos seus funcionários.

Além disso, tenha sempre disponível visivelmente a missão, visão e valores da sua empresa. Essa deve ser a primeira coisa que os seus colaboradores devem ter em mente, antes mesmo de qualquer treinamento.

Você verá como a tarefa de motivar funcionários externos não será tão complicada.

2. Incentive a busca por autonomia

Muitas pessoas não gostam de serem mandadas e se sentem melhor quando conseguem realizar as tarefas por conta própria. Mas, para conseguir chegar a esse ponto, é importante que os seus colaboradores tenham o seu apoio.

Quando eles possuem autonomia conseguem, por si só, desenvolvem melhor os trabalhos designados e não perdem tanto tempo aguardando a designação de uma tarefa.  

Para que isso aconteça, o gestor pode fazer reuniões de desempenho semanalmente, se possível, com as suas equipes. Dessa forma, eles saberão como estão se saindo e, assim, se motivarem a crescer cada vez mais.

Mesmo assim, pode ser difícil se encontrar pessoalmente toda semana, não é mesmo?

Felizmente, há ferramentas que podem ajudar os funcionários a manter essa comunicação com os gestores.

Lembre-se, uma boa comunicação e oportunidades de crescimento são a base de um bom trabalho quando se fala em motivar funcionários externos.

3. Busque sempre melhorar e ser o melhor  

Todos nós estamos sempre em processo de melhora, isso nos dá uma sensação de orgulho.

Porém, às vezes há vontade de desistir quando as coisas não estão indo muito bem ou são difíceis de executar.

Isso não quer dizer que você deve garantir que o trabalho dos seus colaboradores sejam sempre fáceis, isso pode prejudicar a produtividade e fazer com que fiquem na zona de conforto.

Outra dica para motivar funcionários externos é deixá-los trabalhar com aquilo que eles são bons, mas sempre deixando um espaço para desenvolver as suas habilidades e terem um objetivo maior a ser alcançado.  

Você verá que, com a oportunidade de crescer, seus funcionários trabalharão para alcançar melhorias naquilo que fazem. E assim, eles se sentem mais motivados ainda.

4. Mantenha o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Você provavelmente já disse, ou ouviu, a seguinte frase “mantenha a sua vida pessoal separada da profissional”. De muitas maneiras isso faz sentido.

Pessoas que possuem uma alta carga de trabalho, também possui uma qualidade de vida pessoal ruim.

Muitas pessoas acreditam que para conseguirem o título de “profissional de sucesso” é necessário abdicar da sua vida pessoal. Porém, é exatamente ao contrário.

Quando se possui um colaborador feliz, tanto pessoal como profissional, ele estará também mais motivado a prestar um bom serviço. Isso pode acontecer, por exemplo, quando se criar bons laços de amizades no trabalho.

Dito isso, incentivar a colaboração entre os seus funcionários é uma boa para motivar funcionários externos.

Saber conciliar a vida pessoal com a profissional? Melhor ainda! Por isso comece já!

5. Seja um gestor que apoie e incentive seus funcionários

Um bom gestor se preocupa com a felicidade e o bem-estar dos seus colaboradores.

Ele ajuda o funcionário a crescer e se desenvolver melhor no que faz, e estão sempre dispostos para dar a orientação necessária.

Por isso, é importante acompanhar o nível de produtividade e a qualidade da prestação de serviços dos seus colaboradores, garantindo que as dúvidas sejam sanadas e que a sua equipe receba a atenção necessária.

Quando se fala em motivar funcionários externos, melhorar constantemente o local de trabalho e as formas de relacionamento e comunicação podem ajudar na mais ainda.

Peça, sempre que possível, feedbacks sobre como melhorar a sua relação para com eles e certifique-se de mudar o que achar necessário.

E assim você consegue se mostrar um bom gestor que entende quando o assunto é motivar funcionar externos!

6. Proponha sempre metas claras e reais

Como você já deve saber, a tarefa de acompanhar e motivar funcionários externos não fácil. E muita das vezes, fica mais complicado ainda acompanhar o desempenho ao longo do dia.

Por outro lado, é possível estabelecer metas desafiadoras e reais. Em algumas empresas, os gestores querem que o seu time “quase” alcancem as metas, porquê assim venderão mais, mas não ganharão a mais.

Essa atitude não é correta e nem faz bem para a empresa.

Por isso, estabeleça metas reais e claras. Isso motivará o seu colaborador a aumentar a sua produtividade para alcançá-las e você também vai comemorar e vibrar com ele.

Uma outra dica para sempre estar acompanhando as metas é:

  • Se a meta está sendo batida: O que foi feito que deu certo? O que deu resultados?. Tendo essas respostas, basta continuar repetindo os passos.
  • Se a meta não está sendo batida: Verificar o que está acontecendo, analisar as estratégias usadas e mudar o que não está gerando resultados.

Com as metas desafiadoras, mas com a possibilidade de serem alcançadas, o desafio de motivar funcionários externos fica bem mais fácil.

7. Incentive e reconheça o que está sendo feito

É sempre bom lembrar que, nem sempre, o que faz as pessoas irem além é por conta apenas do dinheiro, mas sim porque elas se envolvem e acreditam naquilo que trabalham.

Quando motivar funcionários externos se torna uma prioridade, oferecer incentivos e reconhecimento pelo trabalho feito é indispensável.  

Você pode, por exemplo, unir as metas batidas no tópico anterior a esse tópico. Sabe como?

Quando as metas forem alcançadas e/ou ultrapassadas o gestor pode, e deve, oferecer prêmios e incentivos, das mais variadas formas, que irá dar um incentivo a mais aos colaboradores.

Cada conquista gera satisfação, afinal possibilita a conquista de prêmios especiais pelo esforço próprio.

Além de evidenciar o bom desempenho do colaborador e, consequentemente, fazê-lo merecer novas oportunidades de crescimento dentro da empresa.

Viu só como a tarefa de motivar funcionários externos pode até parecer difícil no começo, mas a partir do momento que você vê os seus funcionários felizes e gerando mais lucro ainda para a empresa, os investimentos valem a pena!

Por isso, não perca tempo e comece agora mesmo a usar as dicas de motivação, você verá como o seu relacionamento para com o seus funcionários irá decolar!

Agora que têm essas dicas de como motivar funcionários externos, que tal compartilhar conosco as suas dúvidas e experiências? Estamos aqui para te ouvir!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.