Arquivos Motivação - Auvo - Plataforma de Gestão de Equipes Externas
Produtividade no trabalho: como aumentar as vendas?

Produtividade no trabalho: como aumentar as vendas?

Se fosse para explicar o que é produtividade no trabalho em uma frase, essa frase seria: produzir ao máximo com o mínimo de tempo e recursos.

Mas não é tão simples assim. Não basta produzir muito, mas com baixa qualidade! É preciso equilibrar a quantidade de tempo gasta, com os recursos usados e também com a qualidade do produto.

Parece uma tarefa bem difícil, não é? Fique tranquilo! Continue lendo esse post porque ele vai te ajudar.

3 passos para ter mais produtividade no trabalho

Listei 3 passos simples para ajudá-lo a ser mais produtivo no trabalho e depois aplicar esses passos nas vendas da sua empresa! Vamos lá?

#1 Ser organizado

É muito importante que você se organize para não perder tempo. Aconselho que você organize suas tarefas por assunto.

Não fique pulando de tarefa em tarefa que tenham contextos completamente diferentes.

Foque naquelas que possuem o mesmo assunto e aí sim, trabalhe em conjunto para resolvê-las.

Para ter o dia a dia ainda mais organizado, é interessante que você anote suas tarefas.

Tem gente que prefere o bom e velho bloco de anotações, mas você também pode ter ajuda da tecnologia para isso.

Existem muitas plataformas on-line que organizam tarefas de forma prática e certeira, como o Trello, o Asana e o Evernote. São muitas opções! Escolha a que mais faz o seu estilo e organize suas tarefas do dia.

#2 Gerenciar o tempo

Para gerenciar o tempo é preciso fazer escolhas. Você pode escolher trabalhar com tarefas que são prioridade ou desperdiçar o seu tempo.

É importante se educar para manter o foco durante o trabalho. Olhar o seus e-mails de 10 em 10 segundos ou se distrair olhando o celular é fatal para sua produtividade.

Para que você tenha noção do tempo que gasta, existem aplicativos que contam quanto tempo você fica nas redes sociais, ou seja, quanto tempo perdido durante o horário de trabalho.

Você verá o quanto desperdiçamos tempo e nem percebemos!

Para que você tenha ainda mais controle do tempo no trabalho, é possível contar o tempo que é gasto em cada tarefa com ferramentas de time tracking.

Essas ferramentas ajudam a ter foco no cumprimento das tarefas, pois dão relatórios detalhados das horas investidas em cada tarefa, com qual cliente ou colaborador.

Alguns exemplos de ferramentas de time tracking: Toggl, 5pm, Hours e Teamwork.

Viu como é possível ter um pouco mais de cuidado e controle com o tempo? O que não dá é deixar o tempo passar e não ter foco, certo?

Tome a decisão de ser mais produtivo, evite distrações e vamos ao trabalho!

#3 Descansar (sim!)

Uma boa noite de sono te faz ser muito produtivo, sabia?

É muito importante que você descanse e esteja com seu sono em dia para conseguir ter mais concentração.

Manter uma rotina saudável, comer na hora certa e praticar exercícios físicos também contribuem para a sua produtividade no trabalho.

Além disso, fazer pausas também pode ser benéfico! Mas não vale aquela pausa para olhar as redes sociais, afinal, não queremos perder o foco, certo?

Faça uma pequena pausa de 15 minutos para esticar as pernas e volte às suas tarefas.

Essas 3 dicas são simples e podem ser aplicadas a qualquer departamento de uma empresa, afinal, ser produtivo é o desejo de todos que pensam no seu futuro profissional.

Agora, vou te mostrar como aplicar essas dicas no seu departamento de vendas, pois uma equipe produtiva significa aumento nas vendas e, consequentemente, mais lucro.

Aplicando a produtividade no trabalho em vendas

O objetivo principal de todo profissional de vendas é fechar negociações e conquistar clientes.

Muitos profissionais perdem chances valiosas de alcançar o seu objetivo por causa da falta de produtividade e organização.

Por isso, aqui estão as dicas para você aplicar os princípios da produtividade na sua equipe de vendas. Confira:

Faça um bom planejamento

A ideia é não perder tempo, por isso tenha um bom planejamento. Caso já tenha elaborado um, revise o quanto antes!

Temos um modelo de planilha de vendas que você pode utilizar, faça o download gratuito aqui!

Ao verificar os problemas que existem nas estratégias de vendas é possível corrigir e pensar em um melhor plano de ação.

Nessa etapa é importante também definir um processo de vendas para que cada colaborador saiba por onde começar, quais serão os seus objetivos e metas, de forma clara e objetiva.

Isso facilita, inclusive, a mensuração de resultados, pois tudo será documentado e predefinido pelo gestor.

Entenda que é preciso certa sintonia entre a gestão e a equipe de vendas para que os resultados da produtividade comecem a aparecer, afinal, problemas são gerados por baixa produtividade.

Treine sua equipe

É primordial capacitar e treinar os colaboradores.

Tire um tempo na agenda para dar treinamentos de novas técnicas para a equipe de vendas, e deixe que eles apliquem o que aprenderam no dia a dia.

Caso você não possa, contrate alguém para dar o treinamento e fique sempre atento aos resultados, pois ao capacitar sua equipe, certamente eles virão.

Mas treinar o quê?

É muito comum não saber no que a sua equipe está com dificuldades, por isso, mantenha o diálogo, pergunte aos seus colaboradores o que eles gostariam de aprender ou se aprofundar.

Pergunte ao seu departamento de RH se existe alguma questão importante que deve ser levantada no treinamento, e pesquise os temas.

Após ter o tema decidido, é momento de pensar na logística: como será o curso? Presencial ou a distância? Quais materiais serão utilizados? Quantas pessoas da equipe farão o curso?

Tenha certeza que ao capacitar sua equipe quem ganha é o seu negócio!

Incentive sua equipe

Para que a produtividade no trabalho seja efetiva é preciso incentivar o trabalho dos seus colaboradores.

Incentive um ambiente leve na empresa, ninguém é produtivo quando é apenas cobrado o tempo todo. É preciso motivar e engajar os seus colaboradores.

Para isso, seja um líder e não um chefe! Você sabe a diferença?

O líder está junto com equipe, ajudando e apoiando nas adversidades, enquanto o chefe está de longe mandando e desmandando. Construa uma relação de confiança com seus colaboradores!

Defina metas semanais, mensais e anuais. Dê feedback e mostre os resultados!

Além disso, promova happy hours e confraternizações para que a equipe seja integrada e o ambiente saudável.

É preciso que os colaboradores tenham espaço para dar sua opinião e ter liberdade para criar, e tudo isso colabora para uma empresa mais produtiva e engajada.

Não esqueça de monitorar

Se organizou fazendo um bom planejamento? Gerenciou o tempo para poder treinar sua equipe? Todo mundo descansado e motivado?

O trabalho ainda não acabou! Chegou o momento de monitorar.

Muitos gestores depois de perceberem certo avanço nos números de vendas deixam o monitoramento de lado e isso é um grande erro!

Ao monitorar você tem noção do que pode estar errando e acertando, e assim, fazer ajustes para que o crescimento seja sempre constante!

Imagina se existisse uma ferramenta para calcular a produtividade da sua equipe e deixar o monitoramento ainda mais fácil?

Existe sim! Produzimos uma calculadora de produtividade exclusiva e você pode acessá-la clicando aqui.

Coloque em prática essas dicas para aumentar as vendas e a produtividade no trabalho e os resultados certamente serão positivos! Sabe de alguma outra dica? Compartilhe com a gente!

Lorrayne é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos que ajudem os gestores a formar uma equipe externa de alta performance.

Agenda de visitas: 7 passos para um trabalho brilhante

Agenda de visitas: 7 passos para um trabalho brilhante

Sabe qual a parte mais importante, e que infelizmente é menos compreendida no gerenciamento de uma equipe de vendas? A parte de agenda de visitas.

Atribuir o funcionário correto ao trabalho certo, no momento certo, é crucial para o sucesso do negócio, especialmente para empresas com uma força de trabalho móvel.

Então, por que o gestor não disponibiliza mais atenção para esse ponto?

Pode ser porque ele se recusa a abandonar a ferramentas “primitivas”, como calendários, planilhas, papéis, entre outras, que já não compensam mais. Perdendo a oportunidade de investir em tecnologia.

Ou, a tarefa de lidar com horários de trabalho e licenças não é vista como uma prioridade ou é dada a alguém que não entende totalmente as demandas da empresa ou os méritos relativos dos membros individuais da equipe.

Acertar, resume-se em conhecer sua equipe e seu conhecimento prático.

O que você verá neste artigo:

  • Conhecer antes de ligar
  • Seja breve
  • Dê opções
  • Determine um período
  • Fale com a pessoa certa
  • Confie e otimize
  • Invista na tecnologia certa

1. Conhecer antes de ligar

Antes de ligar para um cliente, tenha conhecimento dele. Informe-se sobre a empresa e quaisquer notícias que se relacionem com o que está vendendo.

Ao ligar para o cliente demonstrando conhecer a empresa, torna-se mais provável o agendamento de uma visita.

2. Seja breve

Muitos vendedores cometem o erro de tentar vender o produto ou serviço por telefone, dando os detalhes do mesmo, até mesmo, passando as formas de pagamento.

Quando na verdade, não se pode fazer isto, já que o objetivo é acrescentá-lo na sua agenda de vistas, entendendo previamente que o cliente é um potencial de compra do seu produto/serviço.

O sucesso do agendamento baseia-se em passar os detalhes do agendamento pessoalmente, olho no olho.

Portanto, por telefone, é importante vender a entrevista, ou seja, a necessidade do cliente atender você. Não passe valores do seu produto ou qualquer característica do produto que possa atrapalhar o objetivo da ligação: agenda de visitas.

3. Dê opções

A sua agenda de visitas está cada vez mais lotada de compromissos, portanto, se você der duas opções para o possível cliente, suas chances de data ou hora para visita, aumentarão muito.

Por exemplo: “O Sr. prefere marcar nossa reunião rápida  às 10h45 ou às 14h40?” Neste caso, em qualquer dos horários você conseguirá o seu primeiro objetivo, agendar a reunião.

Assim você mostra interesse, e flexibilidade no horário dedicado ao cliente.

4. Determine um período

Quando se fala em agenda de visitas, é importante que você determine um período para suas ligações, escolhendo um horário em que você se mostra mais produtivo.

Por exemplo, se você tem o costume de reduzir o pique de trabalho por volta das 14h, marque suas ligações para um período mais cedo.

Ps: Uma sugestão seria o primeiro horário da manhã.

Use isso para na sua agenda de visitas, para que haja mais empolgação nas visitas.

Seja qual for o horário que escolher, certifique-se de que terá tempo suficiente para voltar a ligar para todos os clientes que você não conseguiu localizar na primeira tentativa.

5. Fale com a pessoa certa

Ressalto que em alguns casos você deve conversar com um funcionário da base, que no caso é um formador de opinião, mas o certo seria sempre procurar falar com o dono, diretor, presidente ou com o gerente responsável pela tomada de decisão!

Para conseguir falar com o tomador de decisão, descubra quem são as peças-chave na empresa. Essas informações podem ser obtidas por meio de ligações ou e-mails.

Se algum funcionário da organização lhe der o nome dessa pessoa, quando ligar para ela, não se esqueça de mencionar o nome do funcionário que fez a indicação.

Saiba o nome do primeiro contato

Pergunte sempre o nome das pessoas com quem você tiver o primeiro contato, chame-as pelo nome e de forma amistosa.

Quando pedir para falar com o tomador de decisão, use o primeiro nome dele (a) para apresentar-se. Mencione também apenas seu primeiro nome.

Essa é uma boa forma de demonstrar familiaridade com o futuro cliente e mantê-lo na sua agenda de visitas.

6. Confie e otimize

Envie um e-mail ou faça uma ligação de acompanhamento agradecendo ao cliente por seu tempo ao telefone, e confirmando o dia e horário que esteja na agenda de visitas.

Teste e apure continuamente os resultados de sua prospecção pelo telefone, tomando notas do que produz mais resultados.

Isso também vai manter a sua agenda de visitas sempre cheia e . Além do mais, essa é uma tarefa muito fácil.

7. Invista na tecnologia certa

O software de gerenciamento de que tenha agenda de visitas, como o Auvo , permite que todos na empresa vejam o que está acontecendo com cada trabalho, cada cliente e cada membro da equipe em tempo real.

Quando o inevitável acontece, e visitas são canceladas ou adiadas, o gerente pode alertar todos os vendedores sobre as alterações diretamente em seus dispositivos móveis, com os dados do cliente disponíveis imediatamente.

Sistemas modernos e confiáveis ​​baseados em nuvem ajudam muito a minimizar erros comerciais e sérios equívocos com funcionários e clientes.

Agora que você já sabe como fazer para manter a sua agenda de visitas sempre ativa e da melhor maneira, o que acha de deixar algumas sugestões de conteúdo que você gostaria de ver aqui no blog?

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Como montar equipe de alta performance?

Como montar equipe de alta performance?

Um negócio em crescimento precisa de uma equipe de alta performance, e para que se tenha uma equipe assim, é preciso, primeiramente, de um líder de alta performance também, você concorda comigo?!

Só que montar uma equipe em uma empresa com alta qualificação e disposição não é tão fácil.

O que você verá neste artigo:

  • Contratação
  • Alinhar esforços e engajar
  • Equipe de alta performance determinada
  • Tenha objetivos claros e motivacionais
  • Desenvolva sua equipe
  • Avalie sua equipe externa
  • Seja exemplo
  • Seja um líder motivador

Montar uma equipe externa não é apenas juntar seus colaboradores e, em seguida, distribuir rotas para que as tarefas sejam executadas.

É preciso ter consciência do que está sendo elaborado, se um gestor quiser realmente construir uma equipe de alta performance.

A força individual hoje, pelo menos no mundo do trabalho, se evidencia na soma, quando cada um dos colaboradores tem o seu reconhecimento nos resultados de um todo.

Mas como construir uma equipe de alta performance valorizada e fortalecida para a empresa?

Com esse artigo eu vou te ajudar a montar uma equipe para o melhor crescimento do seu negócio.

Contratação

Antes da contratação, o gestor, com a ajuda do RH, deve confirmar se o colaborador corresponde com o perfil que foi estabelecido, com relação à experiência profissional, cursos, conhecimentos adquiridos, até mesmo o perfil psicológico.

Portanto primeiro, saiba quem você está procurando.

Dessa forma, quando você encontrar o profissional, terá certeza que ele atende aos reais requisitos da vaga. Por que determinada formação profissional ou certo grau de escolaridade é importante?

Porque, trabalhando com algo específico, o profissional que já tem formação e, consequentemente, o domínio de determinado estudo, facilitará noutros pontos que sempre insistimos em nosso blog: produtividade e tempo.

Alinhar esforços e engajar

A criação de uma equipe ocorre quando o líder compartilha a visão e se compromete a transformar essa visão em realidade. As equipes têm que aprender a interagir de forma eficaz.

Criar, falar e agir genuinamente, a fim de cumprir a visão. Esses compromissos são a base para o alinhamento e para o fortalecimento do relacionamento de todos os membros de uma equipe de alta performance.

Equipe de alta performance determinada

Após a escolha dos participantes da sua equipe externa, confirmando que são capacitados para as necessidades da sua empresa, claro.

Eles são capazes de pensar em uma boa solução para problemas? São dispostos a fazer o necessário para que seu serviço/meta seja alcançado?

O importante é estar sempre disposto a realizar sua tarefa com determinação. Isso vale tanto pro gestor de equipes externas quanto para os seus colaboradores.

Tenha objetivos claros e motivadores

Muitas empresas erram ao cobrar resultados dos funcionários sem deixar claro justamente qual é o resultado esperado de cada ação.

Ter um diálogo aberto e metas bem definidas faz toda a diferença na performance do seu time, principalmente se você desafiar a equipe externa constantemente e estimular que novas ideias sejam geradas para resolver problemas da empresa.

Desenvolva sua equipe

Os melhores talentos, provavelmente, quase sempre, serão encontrados nos locais com melhores remunerações e benefícios.

Uma pequena empresa também consegue competir com estas propostas, mas existem outras formas de desenvolver a sua equipe de alta performance.

Invista na qualificação do time, através de cursos e treinamentos, lembrando sempre de dar abertura para que eles apliquem o conhecimento em busca de melhores resultados.

Temos um artigo que irá te ajudar com toda certeza, a entender porquê e como você deve investir em treinamento:

Avalie sua equipe externa

Os colaboradores competentes devem ser cuidados para que seu desempenho seja mantido.

Já os colaboradores que estão tendo um desempenho abaixo do esperado devem ser cobrados para que seu desempenho seja melhorado, fazendo com que os mesmos atinjam o nível dos demais.

É importante frisar que esse colaborador que não está rendendo em sua função não pode continuar nesse ritmo, pois, o mesmo irá contaminar os outros. Sendo assim, só existem duas alternativas para ele:

  • Evoluir (os treinamentos podem ajudar!);
  • Ser demitido.

Seja exemplo

Como eu disse ali em cima, assim como a equipe deve ser de alta performance, o gestor também deve ser.

É muito importante que o gestor da equipe externa faça parte do time e, dessa forma, ele acaba tornando exemplo para o resto da equipe, pois além de gestor, ele deixa claro pros outros que ele está lá para concluir seus objetivos.

Nada melhor que fazer parte na prática e não demonstrar moleza e, com isso, tornar-se exemplo para os outros. Faça isso e ganhe o respeito ideal.

Seja um líder motivador

Como deixei claro, não é interessante ser apenas um líder que determina ordens. Seguindo os outros pontos citados acima, entrosamento é fundamental.

Não subestime a capacidade dos seus profissionais, muito pelo contrário, incentive-os.

Deixa que ele saiba que é capaz e que você o escolheu por isso, porque ele tem potencial para a sua função.

Motivação é constantemente trabalhada nos meios profissionais em geral, pois o rendimento das pessoas aumenta, fazendo com que elas se superem e que a realização profissional e, logo, pessoal, seja muito maior que o comum.

Criar uma equipe de alta performance, é uma tarefa que exige esforço, custos, organização e estratégia por parte dos gestores.

Automatize o máximo que puder

A finalidade do uso de um software é, justamente, otimizar o trabalho em equipe e garantir que todos tenham um bom desempenho.

Um software adequado às suas necessidades pode permitir o acompanhamento das ações de cada colaborador e uma ação bem mais rápida em caso de erros.

Concluindo

No entanto, apesar das complexidades e dificuldades em montar uma equipe de alta performance, é um investimento com retorno garantido.

Uma empresa que conta com uma equipe de alta performance, forte e próspera sobrevive a qualquer tipo de crise, sendo assim, você deve comprar essa ideia para que possa atingir seus objetivos e alcançar o sucesso esperado.

O que quero dizer é o seguinte: você precisa começar a trabalhar a performance de seus colaboradores, visando uma melhoria constante de suas capacidades, pois, caso contrário, você não conseguirá sobreviver por muito tempo no mercado.

Para finalizar, tenho anotadas três lições que aprendi e levo constantemente para minha vida profissional, são elas: não brinque com o mercado, não subestime seu concorrente e principalmente (e mais importante): ninguém é forte sozinho.

E aí, sua empresa está no caminho certo? Qual o estágio atual de cada uma das suas equipes?

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Retenção de clientes: não perca o seu cliente para a concorrência

Retenção de clientes: não perca o seu cliente para a concorrência

Quando se fala em retenção de clientes, automaticamente, já nos lembramos de Call-Centers e atendimentos do tipo, não é mesmo?

Mas engana-se quem acha que a retenção é importante apenas nesse tipo de prestação de serviço.

A retenção merece um cuidado especial em todas as empresas que desejam crescer e obter sucesso.

 
Você verá nesse post:

  • A retenção é realmente importante?
  • O que pode ter dado errado?
  • Como prever e prevenir?
  • Como alcançar o resultado esperado?

Reter clientes não está ligado diretamente apenas ao cancelamento, mas também na capacidade da empresa em gerar novos negócios (e mais clientes), se manter no mercado e garantir o crescimento financeiro da empresa.

Ps: Manter um cliente sai muito mais barato do que conquistar um novo ou perdê-lo para a concorrência.

Afinal, a conquista de um novo cliente envolve todo um processo de vendas bem estruturado, uma equipe de vendedores bem treinada (e isso nós sabemos que não é uma coisa barata) e ainda o investimento em marketing.

Por isso, a retenção de clientes é a melhor saída para sua empresa reduzir custos e ao mesmo tempo melhorar o faturamento. Vamos lá?

A retenção de clientes é realmente importante?

As empresas estão sempre refinando tudo, desde os seus processos, até novas formas de aumentar a produtividade dos seus times de colaboradores.

Você pode ser previsível e prevenir quais os passos ele vai dar em relação a sua empresa caso esteja pensando em ir para a concorrência.

É aqui que a retenção de clientes entra, e sim, ela é muito importante.Existem empresas que conseguiram reduzir em 20% a taxa de cancelamentos dos clientes.

É comum que você, como gestor, ache mais fácil conseguir um novo cliente, do que manter um cliente que já está conquistado.

Você sabia que o custo para aquisição de um novo cliente é 7 vezes maior do que os valores que são envolvidos na retenção de clientes?

Além disso, uma pesquisa feita pela Marketing Metrics indicou que é 65% reverter um cancelamento com um consumidor já existente, do que tentar conquistar um novo. Quando se coloca os gastos no papel, percebe-se que muito dinheiro acaba sendo desperdiçado.

Assim, a retenção de clientes impacta diretamente com a manutenção do lucro da sua empresa. Mas não é só isso. Afinal, tudo aquilo que você deseja é não perder o seu cliente para a concorrência e continuar conquistando e mantendo ele em sua base, correto?

Mas você já se perguntou se está fazendo algo para que isso aconteça? O que motiva o seu cliente a continuar com a sua empresa vai muito além do que apenas realizar um feedback assim que negócio for fechado, como por exemplo:

A retenção de clientes não é uma tarefa simples, por isso, quando você sabe o motivo do seu cliente querer cancelar com a sua empresa fica mais fácil reconquistá-lo.

E o que leva um cliente a pedir cancelamento?

O que pode ter dado errado?

Primeiramente, você deve estar ciente que os cancelamentos podem acontecer e que a retenção de clientes vai te ajudar antes que isso aconteça.

No mercado atual, quando se tem um processo estruturado, com metas e métricas bem definidas, além de contar com a tecnologia, você consegue ser mais previsível e saber quais clientes estão insatisfeitos e próximos de irem para a concorrência.

Mas antes, saiba o que pode ter acontecido para que o seu cliente queira cancelar o seu serviço.

Isso é prejudicial para a sua empresa como um todo, afinal os seus colaboradores podem ter dificuldades em bater as metas, caso o cliente cancele; e também para a receita recorrente mensal da sua empresa (MRR).

Tudo acontece muito rápido nos dias de hoje e a forma como o seu cliente espera ser atendido não é diferente. Mas alguns pontos são cruciais para que você consiga reter o seu cliente e evitar o cancelamento do serviço:

Atendimento de alta performance

As pessoas não gostam de esperar, isso é um fato. Imagine o quanto o seu cliente se sente insatisfeito quando precisa esperar para que o serviço seja realizado, por exemplo.

Quando a sua equipe técnica possui muitos compromissos em um período curto de tempo, a prestação de serviços para vários clientes pode ser algo que gere atrasos, e isso nunca é bom.

Por isso, você pode contar com uma ferramenta que organize e gerencie as suas tarefas que precisam ser executadas no dia a dia, sendo acompanhadas em tempo real. Essa é uma ótima solução para resolver a questão dos atrasos na sua equipe!

Falta de comunicação

A comunicação é um fator muito importante para todo e qualquer tipo de prestação de serviços. Mas a falta dela também pode ser um fator que faça com que o seu cliente não se sinta satisfeito com os seus serviços.

Vou te dar um exemplo na prática para entender melhor: Imagine que o seu técnico tenha saído para realizar uma tarefa para o cliente, mas no meio do caminho acontece algum imprevisto e ele não consegue chegar ao local e o cliente não é avisado ou a informação chega distorcida.

Como você acha que o cliente vai ficar em relação a sua empresa? Insatisfeito, é claro. Quando ele não é avisado com antecedência ou o aviso não chega nem a acontecer, é bem provável que ele se chateie e acabe querendo cancelar os seus serviços.

Afinal, ele pode sentir a falta de consideração e importância para com o que ele significa na sua empresa. Uma boa comunicação é muito importante para que o seu cliente continue sendo fiel a sua empresa.

Sendo assim, mantenha os seus esforços de comunicação em dias!

Prevenindo que os seus clientes venham a cancelar

Embora, como eu já disse ali em cima, o cancelamento aconteça ocasionalmente, existem maneiras de prevê-lo e tomar decisões estratégicas para melhorar a satisfação dos clientes que estejam próximos de irem para a concorrência.

Ter um cliente satisfeito é uma das principais formas de manter o seu cliente na base e você pode contar com ferramentas para te ajudar.

Quando você sabe o que ele achou do atendimento, se teve algo que não foi feito corretamente ou se voltariam a contar com a sua empresa quando necessário, o cancelamento pode ser prevenido.

Aqui vai algumas dicas de ouro:

Tenha sempre os dados do seu cliente em mãos

É preciso conhecer de verdade quem são os seus clientes. Engana-se quem acha que o conhecimento sobre o seu cliente não deve ser atualizado.

As características, dores, desejos e expectativas dos seus clientes vão mudando e por isso você deve se adequar a eles.

Ps: Toda empresa que visa aumentar a sua taxa de retenção de clientes deve priorizar o conhecimento sobre os seus clientes e utilizar essas informações de forma inteligente. Afinal, você não quer que o seu cliente ache que você não sabe nada dele, não é mesmo?

Aumentar o conhecimento sobre os seus clientes ajudará a oferecer uma experiência mais completa e interessante!

Passe confiança sempre

A retenção de clientes está, também, diretamente ligada à confiança que o seu cliente tem na sua empresa e no serviço que você oferece a ele.

Quando você fica próximo ao seu cliente, um vínculo de confiança é criado. É importante lembrar que você já conseguiu conquistar o seu cliente e que a sua satisfação deve ser contínua.

Essa proximidade e confiança deve ser passado por todos na sua empresa, assim ele entende que todos estão fazendo o melhor para que ele continue com a empresa.

Dessa forma você consegue reter o seu cliente mais facilmente.

Ofereça boas soluções para os seus problemas

Agora que a sua empresa conhece bem o seu cliente e mantém uma boa relação com eles, está na hora de perceber qual a melhor solução para o problema que ele possui, e por isso quer cancelar o serviço.

E isso tem relação direta com a retenção de clientes. O que acontece é que, na maioria das vezes, a empresa tem um bom serviço a ser oferecido, mas não há o conhecimento necessário para oferecê-lo de forma correta e na hora certa ao seu cliente.

Não tenha medo ao oferecer boas soluções aos seus cliente, afinal, é sempre bom lembrar que, um cliente fidelizado e feliz com a empresa é bem melhor do que um insatisfeito que propague informações ruins.

Sendo assim, não meça esforços para reter os seus clientes!

O serviço de campo pode parecer imprevisível às vezes, mas isso não significa que não há nada que você não possa fazer.

Com todas essas dicas e ajudas você consegue evitar que o seu cliente saia da sua empresa e acabe indo para a concorrência.

Agora que você já sabe como a retenção de clientes é crucial na sua empresa, que tal compartilhar conosco as suas dúvidas e experiências? Estamos aqui para te ouvir!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Cliente Insatisfeito: Como reverter isso e aumentar a fidelização

Cliente Insatisfeito: Como reverter isso e aumentar a fidelização

No artigo de hoje eu vou começar com uma pergunta direta… Você sabe o que realmente deixa um cliente insatisfeito? Com toda certeza você já deve ter se perguntado como está a reputação da sua empresa em relação ao serviço prestado. Ou não?

Você verá nesse post:

  • Os clientes insatisfeitos sempre tem reclamações. Esteja ciente delas!
  • Antes que a insatisfação aconteça…
  • Faça o seu cliente se sentir ouvido
  • Fidelização = Serviço de qualidade = Indicações 
  • Resolva o problema de forma rápida e indolor.
  • Aproveite as críticas para evoluir!

Pois bem, não existe algo que afete mais a reputação do que a insatisfação de um cliente e você deve saber disso!

A qualidade do serviço que é oferecido ao seu cliente sempre foi uma parte muito importante para a fidelização da empresa.

Ao invés de esperar que não existam reclamações você deve, como um bom gestor, aceitar que elas sempre irão existir. Porém, para que ela não te prejudique é preciso promover melhorias para reverter a insatisfação do seu cliente.

Devido a internet está cada dia mais fácil para os clientes prestarem a sua satisfação (ou pior, a sua insatisfação) para com a empresa, por meio de canais e redes de comunicação, como o reclame aqui.

Você já olhou se a sua empresa está no reclame aqui?

Justamente por isso que o gestor precisa cada vez mais de ferramentas que o ajudem a acompanhar os serviços prestados pela equipe, mesmo que ele não possa ir em todos os clientes.

E quando o atendimento já foi concluído e o seu cliente está insatisfeito com alguma coisa? Já pensou em alguma estratégia para prevenir ou reverter esse tipo de situação?

O cliente insatisfeito sempre tem reclamações. Esteja ciente delas!

 

É muito importante estar atento a todas as reclamações, afinal, muitas críticas podem ser construtivas e você só conseguirá diminuir os clientes insatisfeitos, se achar soluções para esses problemas (críticas).

Aqui vão dicas importantes:

#1 Ouça o seu cliente

A primeira coisa que você faz quando há um problema a ser resolvido é ouvir e entender o que está acontecendo a partir de outra perspectiva, não é mesmo?

Aqui não vai ser diferente, ouça as críticas e tente entender o ponto de vista do seu cliente.

PS: Lembre-se, sempre, de ter o máximo de profissionalismo possível e não leve nada para o lado pessoal.

Em seguida, pergunte ao seu cliente o que lhe faria feliz diante dessa situação. Assim você tem a chance de de reverter a insatisfação do cliente.

#2 Dê a atenção necessária

Quando você possui um cliente insatisfeito, um ponto que pode causar irritação é tratá-lo com descaso.

Por isso, na medida do possível, dê aos seus clientes uma atenção personalizada.

Faça sua equipe mostrar, durante todo o atendimento, que se preocupa com a experiência que o cliente tem com aquele momento.

Afinal, lembre-se que um excelente serviço pode transformar clientes insatisfeitos em defensores da sua empresa e disseminadores dos seus serviços.

#3 Se desculpe

 

A partir do momento em que você passa a reconhecer a insatisfação do seu cliente, um pedido de desculpas não seria nada mau.

Por isso, peça desculpas e procure argumentar, se possível, alguma forma de mudança que ele deseja ver.

Dessa forma você mostra que, realmente, entendeu o que aconteceu, reconheceu o erro e está disposto a mudanças. E assim, consequentemente, o cliente insatisfeito se sentirá a parte mais importante do seu negócio, o que não é uma mentira.

Bom, como você deve ter percebido, reverter a insatisfação do cliente não é algo simples ou fácil, por isso vamos focar por um momento na prevenção.

Antes que a insatisfação aconteça…

Antigamente, quando alguém não era bem atendido, eles contavam para as pessoas mais próxima sobre a experiência que tiveram e tudo acabava ali.

Hoje não é mais assim, graças a internet, smartphones e redes sociais.

Agora um cliente insatisfeito pode atingir milhares de pessoas com a sua crítica, além do mais existem sites especializadas apenas em registrar as queixas dos clientes.

Por isso, certifique-se de que a sua empresa não esteja presente com reclamações. Você consegue prevenir a insatisfação do cliente antes mesmo do serviço ser finalizado, sabe como? Evitando o retrabalho. Vou te explicar como!

O retrabalho nada mais é do que refazer algum parte do serviço, ou ele todo, por conta de algum erro que poderia ter sido evitado.

Para evitá-lo, independente do segmento da sua empresa, você pode fazer coisas simples como:

  • Planejar antecipadamente tudo aquilo que ser feito e repassar isso com o seu colaborador.
  • Mantenha uma boa comunicação com toda a sua equipe, saiba das suas dificuldades e procure, sempre, manter as suas Ordens de Serviço organizadas. (Dessa forma o seu colaborador não se perde no que deve ser feito).
  • Ter um time bem capacitado para atender os seus clientes também é muito importante, por isso designe as tarefas corretas para os colaboradores corretos, e invista em treinamentos.

Faça o seu cliente se sentir ouvido

Agora imagine que o seu colaborar saiu para realizar um serviço externo e ao voltar não sabe te informar se o cliente ficou, realmente, satisfeito com o que foi feito. E agora?

Se você está se perguntando como fazer isso e entender a insatisfação do seu cliente, e assim, fidelizá-lo de vez, eu te dou uma dica: se prontifique a realizar uma pesquisa de satisfação do cliente.

É aqui que você pode utilizar a pesquisa de satisfação do cliente para medir a eficiência e a satisfação do serviço realizado. Além disso, essa pesquisa te dá métricas, a partir de números reais, sobre a satisfação do seu cliente.

PS: A pesquisa ajuda sim pequenas empresas com a fidelização e o aumento da satisfação do cliente, mas com uma demanda maior, o melhor a se fazer é utilizar dos recursos de um sistema de gestão eficiente.

Você sabia que se responder um cliente insatisfeito tentando reverter o problema a qualquer custo, possivelmente ele ficará mais chateado? Sendo assim, se a insatisfação do cliente é algo que você pode evitar, não perca tempo e comece agora mesmo!

Fidelização = Serviço de qualidade = Indicações

Apesar dos seus melhores esforços, ainda assim os erros acontecem quando se trata de clientes? Não se preocupe tanto assim, afinal até as maiores companhias sofrem com a insatisfação do cliente.

A grande diferença é que eles fidelizam os clientes e revertem essa situação. A melhor forma de fazer isso é ter uma boa qualidade na prestação de serviços da sua empresa. Vem comigo e veja algumas formas de fidelizar seu cliente insatisfeito:

Resolva o problema de forma rápida e indolor.

É uma boa opção para manter o contato com seus clientes após fechar uma venda, por exemplo, assim você encoraja eles a falarem sobre o problema ao invés de desistirem do seu produto.

Outra maneira poderosa de fidelizar os clientes é realizando revisões regulares com eles.

Dessa forma você tem a liberdade para fazer as perguntas e tem a oportunidade se certificar que o seu cliente não esteja insatisfeito com a sua empresa.

Prove o valor que o seu produto possui para o cliente, para que, ele perceba a necessidade do mesmo para a empresa.

Fazendo isso você agrega valor naquilo que oferece, o seu cliente percebe isso e a situação de insatisfação pode ser revertida.

Aproveite as críticas para evoluir!

 

Mesmo depois de concluir todas as etapas e aproveitar as dicas de fidelização do seu cliente o trabalho ainda não acabou.

Lembre-se que os clientes insatisfeitos são uma ótima forma de fornecimento de informações honestas sobre a sua empresa para você melhorar cada vez mais!

Após cada reclamação individual que você atende, as chances de reduzir os potenciais problemas aumenta. Você pode tomar alguma providência antes mesmo que o problema venha a acontecer ou piore.

Problemas comuns de clientes podem revelar onde a sua empresa precisa trabalhar para melhorar e dar um norte para que você possa continuar desenvolvendo um bom serviço.

Muito bom, não é mesmo?

Ao ouvir verdadeiramente os seus clientes insatisfeitos, você pode gerar o resultado mais agradável.

Ah,  e melhor ainda, você pode transformar uma experiência negativa em uma oportunidade de gerar mudanças e fazer a sua empresa crescer.

Agora que você já sabe como reverter a insatisfação de um cliente, aproveite as dicas e compartilhe conosco as suas impressões e experiências conosco!

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.

Qualidade na prestação de serviços: como controlar?

Qualidade na prestação de serviços: como controlar?

Vou começar esse post com uma pergunta direta… Você sabe o que seus clientes pensam sobre a qualidade na prestação de serviços da sua empresa?

Uma empresa de sucesso nunca para de verificar esse índice, porque esse esforço diminui as chances de perder bons clientes e aumenta as chances dos seu clientes te indicarem para amigos.

Falar de qualidade na prestação de serviços é falar de resultados, aquilo que é prometido será avaliado pelo consumidor junto com a sua experiência vivida com a empresa, e mostrará se o serviço prestado é bom e se a empresa merece ser indicada.

Qualidade não acontece sem planejamento

Para que haja qualidade é preciso que se tenha primeiramente planejamento.

O primeiro passo para conseguir orientar sua empresa com relação aos objetivos é estabelecer um planejamento estratégico.

Ele deve ser organizado com base nas informações dos clientes e da capacidade dos prestadores de serviço.

Uma vez estabelecida a estratégia, é possível definir o plano de ação, os responsáveis pela execução do plano e quais recursos serão necessários para o atingir as metas.

  • Decidir antecipadamente o que vai ser feito.
  • Estabelecer objetivos.

Como medir a qualidade na prestação de serviços?

Os técnicos que prestam serviços em campo, geralmente tem uma melhor noção do que os consumidores pensam sobre a empresa.

Por isso, o primeiro passo é reunir-se com os responsáveis pelo setor e discutir um fluxo de trabalho que colete mais e melhores avaliações.

Além disso, é importante planejar como eles podem ser aproveitados.

Logo após, você deve se dedicar a pesquisa de satisfação, que podem ser feitas por e-mail, através dos relatórios de visita técnica, e através de plataformas, que te permitem armazenar isso com mais segurança.

Essa maneira de medir a qualidade na prestação de serviços funciona muito melhor quando as perguntas limitam a resposta resposta do cliente, a fim, de torná-la mais objetiva.

Por exemplo: De 0 a 5, qual a possibilidade de você indicar os serviços da minha empresa a um amigo?

Ou seja, nesse tipo de pergunta você não induz o cliente a qualquer resposta e ainda transforma a opinião dele em um número qualitativo.

Como elaborar as perguntas da Pesquisa de Satisfação

Não faça perguntas desnecessárias apenas para fazer volume. Quanto mais objetivo o questionário, melhor.

Se as perguntas forem específicas, também ajuda. “O que você acha de nossos serviços?”, por exemplo, é uma questão muito ampla.

Em vez disso, é preferível pedir para que a pessoa dê uma nota de 1 a 10 ao serviço que ela consumiu, por exemplo.

E ao final no questionário é importante que tenha um campo para que a pessoa possa escrever suas críticas e sugestões livremente, se as tiver (observações).

Contato com os clientes

Esse contato da empresa com o cliente é essencial.

Conheça os seus clientes. Saiba quem são e suas preferências e organize-os em grupos que possuam semelhanças.

Esse contato permite que o seu relacionamento com o cliente seja personalizado, oferecendo soluções adequadas às necessidades dele.

Oferecer um tratamento diferenciado na prestação de serviços é um diferencial e tanto para fazer o seu negócio se destacar da concorrência.

Além disso, com certeza eles vão te indicar para os amigos, o que fará suas vendas decolarem.

Atendendo reclamações

O ideal é que o cliente nunca ligue ou mande email para se queixar de um serviço prestado que foi mal realizado, mas isso inevitavelmente acontecerá.

Procure aproveitar esse contato para colher e analisar as críticas sobre o trabalho do seu colaborador.

Antes disso, preocupe-se em reverter a insatisfação dele, ouvindo a queixa e propondo soluções simples, antes de dar desculpas e se prontifique a resolver o problema o mais rápido possível.

A reclamação deve ser registrada para análise posterior e, ao final do atendimento, você ainda pode avaliar a satisfação do cliente quanto à solução do problema.

Sistema de gestão para melhor eficiência

Para que os clientes se sintam satisfeitos depois de contatar a empresa, é necessário que o atendimento seja ágil e eficiente. Contar com um sistema de gestão inteligente facilita bastante.

Por isso é fundamental usar a tecnologia para agilizar o atendimento, por exemplo:

  • Ordem de serviços: Praticidade para registrar informações sobre as ordens de serviços. Ter uma ordem de serviço digital te possibilita gerenciar todos os serviços prestas remotamente e em tempo real. Além disso, a aproximação do gestor na rotina do técnico é inevitável e a relação com o cliente também fica muito mais rápida e prática.
  • Controle de tarefas: Relatórios de todas as tarefas que ocorreram em um período específico no momento que você quiser ajuda muito na tomada de decisões. Só assim é possível conduzir a empresa a partir de dados sólidos, sem achismos!

Então, o que fazer para melhorar a qualidade na prestação de serviços?

Pronto, agora que você já tem em mãos várias dicas para melhorar e controlar a qualidade na prestação de serviços.

Aplicando os métodos acima corretamente, é muito provável que você descubra evidencias das quais não fazia ideia – às vezes, apenas um olhar externo é capaz de enxergar a situação de maneira mais clara.

Hora de aproveitar essas informações para melhorar os serviços e, consequentemente, a satisfação do cliente.

As ações que você deve tomar vão depender do que o resultado das pesquisas apontar, é claro, mas a premissa é que esse processo seja organizado.

Defina também um período para se reunir com sua equipe e analisar, em conjunto, as ações que podem ser tomadas para corrigir os possíveis problemas e melhorar a qualidade na prestação de serviços.

Assim, você terá uma equipe unida e – como recomendado antes – olhares externos sobre problemas difíceis de enxergar de perto.

A busca pela qualidade deve ser um objetivo constante. O que você viu neste artigo é que essa meta não é alcançada por acaso, e sim depois de bastante trabalho e organização.

Incorporando as pesquisas de satisfação e reuniões de avaliação na rotina da empresa, além de melhorar a gestão de serviços em campo, você incrementa a cultura organizacional, agregando muito valor à sua empresa.

Isadora é redatora da Auvo, responsável por criar conteúdos ricos para ajudar gestores de todo o Brasil a aumentar a produtividade das suas equipes de campo.