Arquivos dicas de produtividade - Auvo - Plataforma de Gestão de Equipes Externas
5 problemas gerados por técnicos com produtividade baixa

5 problemas gerados por técnicos com produtividade baixa

“O atendimento ao cliente é o principal fator que determina o sucesso ou o fracasso de qualquer empresa.”

Cada vez mais essa frase se faz verdadeira. A todo momento ficamos sabendo de empresas que estão adaptando seus processos para ter o melhor relacionamento com os clientes, porque perceberam que isso é a chave para o sucesso.

Pensando nisso decidi falar um pouco sobre os problemas que a improdutividade da sua equipe de técnicos de manutenção pode desencadear na sua empresa.

1 – Custos mais altos

Com a produtividade baixa, provavelmente, o técnico não conseguirá resolver problemas simples ou complexos em poucas visitas, ou seja, em um atendimento que deveria ser finalizado dentro de 5 horas, por exemplo, ele precisará de dias para concluí-lo. Isso faz com que a curva de custos com a equipe técnica se torne exponencial, já que, ela já tem um crescimento acentuado normalmente.

Para exemplificar melhor, imagine! Em uma rotina produtiva, seu técnico resolveria um problema simples em apenas uma visita. Menos gastos com combustível, boa qualidade no atendimento ao cliente, mais clientes para atender e mais clientes mais satisfeitos.

Agora, caso o técnico esteja com a produtividade baixa e precise voltar isso significa mais custos com combustível, menos clientes atendidos (menos dinheiro entrando para empresa) e com certeza o cliente não ficará satisfeito.

2 – Inconsistência dos processos

A quebra nos processos pode ser ocasionada por diversas causas, uma delas é o descaso da equipe com a empresa. A falta de atenção com os processos prejudica, além do cumprimento do cronograma proposto, a qualidade do serviço a ser executado e o faturamento da empresa. Sem contar que quando a atividade começa a se postergar é preciso gastar mais tempo e recursos.

Por tanto, a inconsistência dos processos é um problema muito grave para a empresa e deve ser evitado a qualquer custo. Cada técnico precisa saber o que deve fazer para entregar um serviço de qualidade e dentro do cronograma, evitando assim, a perda de clientes.

3 – Problemas constantes na comunicação com o gestor

Comunicação já é algo problemático naturalmente. Principalmente em empresa médias e grandes, muitos problemas poderiam ser evitados diariamente se a comunicação fosse fluida e eficiente. E com relação a funcionários externos com produtividade baixa essa barreira se torna muito maior, já que, o gestor não estará perto dele o dia todo para acompanhar o trabalho. Então, quanto mais a comunicação depender do técnico para fluir pior será para o gestor.

Problemas como o desvio das rotas entre os atendimento para tratar questões pessoais, ou até mesmo deixar de ir em clientes e finalizar seu expediente de acordo com sua vontade, se tornam mais comuns do que você imagina.

4 – Clientes insatisfeitos

Todo cliente quer que seu problema seja resolvido o mais rápido possível e quando o técnico vai a sua casa/empresa, ele cria uma expectativa de que aquele transtorno que ele estava passando iria acabar no mesmo dia. Logo, quando a qualidade no atendimento ao cliente do técnico é ruim e ele não consegue resolver o problema em apenas uma visita, o indicador de frustração do cliente começa a disparar. Ainda mais quando o relacionamento com o cliente foi péssimo por conta do mau humor e improdutividade de seu funcionário externo.

Muitas vezes acontece daquele técnico voltar àquele cliente e agendar mais uma visita. Pronto, esse foi o estopim. Você acabou de perder um parceiro, que poderia te indicar para vários amigos dele, e ganhar um detrator.

Até aqui o técnico já destruiu o relacionamento com o cliente com a péssima qualidade do atendimento que ele fez.

Para você ter uma noção melhor do quanto isso é sério. A indicação é o canal de venda mais rentável e assertivo para qualquer empresa.

Pesquisas mostram:

-92% das pessoas confiam inteiramente na recomendação de um amigo

-83% dos seus clientes satisfeitos estão dispostos a indicar

-A recomendação de um amigo está em 1º lugar no ranking de influências de compra

calculadora de produtividade de equipe externa

5 – Contamina o resto da equipe

Na grande maioria das empresas a comunicação entre os colaboradores do mesmo cargo é muito mais intensa e fluida e quando um desses colaboradores têm produtividade baixa ele tende a reclamar mais da empresa e transmitir aos outros apenas observações pejorativas.

Isso é muito perigoso, já que, com uma comunicação melhor, esses assuntos negativos têm mais chances de se alastrar por toda equipe e fazer com que a sua produtividade de geral comece a cair.

Então, a partir de um funcionário externo que começou a transmitir aos outros tudo de ruim que ele estava carregando, você agora tem uma equipe improdutiva que fará os resultados da sua empresa cair cada vez mais.

Gabriel é CEO da Auvo e já ajudou mais de 1500 empresas a aumentarem a produtividade da sua equipe de campo. Além disso gerenciou equipes externas durante 7 anos e sabe bem as dores de um gestor.

8 dicas infalíveis para melhorar agora a produtividade da equipe externa

8 dicas infalíveis para melhorar agora a produtividade da equipe externa

Se você está passando por dificuldades para deixar as suas equipes externas produtivas, não se desespere. Segundo uma pesquisa criada pela empresa Gallup feita com líderes e colaboradores mostrou o seguinte dado: 90% dos profissionais não se sentem engajados no trabalho e não se esforçam tanto para realizar suas tarefas.

Então você já pode notar que a sua empresa não é a única a sofrer desse mal, a falta de produtividade. Mas como sempre queremos te ajudar a ter uma empresa com colaboradores satisfeitos e produtivos.

Profissionais motivados costumam ser muito mais produtivos e se esforçam mais para a empresa ter resultados bem melhores.

Confira então as dicas que separamos para você mudar a vida de seus colaboradores e melhorar de vez a qualidade da equipe externa e da interna também.

1 – Comunicação como uma via de mão dupla:

Muitos gestores acreditam que a comunicação em sua empresa deve ser feita somente pelos gestores e os colaboradores de menor escalão devem somente obedecer. Mas essa realidade deve mudar o mais rápido possível.

A comunicação da empresa deve envolver todo mundo, principalmente os colaboradores das equipes externas, por serem as pessoas que estão em contato direto com o cliente e conhece as dores e as qualidades dos mesmos.

Aprenda a ouvir seus colaboradores e a dar feedbacks para as sugestões e dúvidas levantadas por eles.

2 – Invista em treinamentos e especializações:

As tecnologias, os tipos de produtos e as necessidades dos clientes mudam o tempo todo e em uma velocidade que às vezes os seus colaboradores não conseguem acompanhar.

Isso pode provocar uma grande perda de vendas por não conseguir entregar aquilo que o consumidor está procurando. É nessa parte que entra a qualificação e a profissionalização dos seus colaboradores de equipes externas.

Crie treinamentos e workshops para aprimorar a qualidade do atendimento e do suporte de suas equipes. Profissionais atualizados tendem a fechar muito mais vendas e entendem muito melhor o produto que estão oferecendo. Não tenha dúvidas em capacitá-los sempre que puder.

3 – Dê premiações para os melhores colaboradores:

Incentivos e premiações fazem milagres no mundo dos negócios e nas empresas que possuem equipes externas isso não é diferente. Estabeleça metas de vendas e atendimentos e premiações como quantias de dinheiro ou viagens para a praia para quem alcançar essas metas.

Metas coletivas também são interessantes para motivar o trabalho em equipe. Pode ter certeza que com inventivos de qualidade você terá os seus colaboradores de equipe externa muito mais produtivos e trabalhando com mais vontade.

Quem aí não gosta de ser premiado, não é mesmo?

4 – Promova a interação das equipes:

Empresas com muitas equipes costumam passar por problemas de competição e rixas entre elas, por terem diferentes pessoas de diferentes áreas.

Mas se no caso você for o gestor é importante que você tente estimular exatamente o contrário.

Tente criar reuniões para aproximar os colaboradores e crie processos que façam com que eles tenham que trabalhar mais em conjunto. Dê exemplos e ajude seus colaboradores quando sobrar um tempo livre para mostrar para eles o quanto é positivo esse tipo de atitude. 

calculadora de produtividade de equipe externa

5 – Coloque novas idéias em prática:

Você não pode ter medo de arriscar. Uma hora ou outra você vai precisar mudar algum processo ou alguma diretriz em sua empresa para alcançar resultados melhores.

É preciso que você tire as ideias que têm no papel e comece a tentar aplicá-las para analisar os resultados e ver se compensa investir mais nela. Não fique com medo de errar e sim de não tentar e nunca saber se teria dado certo ou não.

Avalie as ideias de seus colaboradores, até porque eles estão em contato muito mais direto com o seus clientes.

6 – Planeje a curto. médio e longo prazo:

Para ter uma equipe externa mais produtiva é preciso que você tenha um planejamento à altura. Faça diferentes planejamentos para períodos diferentes de tempo.

Eles podem ter uma ligação direta com as metas que estabelecer para suas equipes. Tendo metas e planejamentos bem definidos, você conseguirá controlar com mais facilidade o desempenho de cada colaborador e da empresa em geral.

Mas crie metas realistas e alcançáveis, porque se não pode ter o efeito contrário e pode desanimar os colaboradores. 

7 – Escale os profissionais certos para cada equipe:

Você deve pensar como um treinador de um time de futebol. Se escalar um atacante na zaga, ele não terá o desempenho que você espera, pois ele é treinado para jogar em outra posição.

Você deve pensar da mesma maneira na sua empresa. Não coloque alguém da equipe de marketing para fazer suporte, ou um vendedor externo para criar conteúdos do seu site.

Cada funcionário seu tem um talento e você focar nisso e não colocá-lo em uma função onde ele não saiba muito a respeito.

8 – Aposte nas tecnologias certas:

A tecnologia é necessária e pode ajudar muito para que suas equipes externas sejam cada vez mais produtivas e mais rápidas na execução de suas tarefas.

Todo mundo sabe que tempo é dinheiro e isso tem se tornado cada vez mais verdadeiro nos últimos anos. Com uma competição que não para de crescer, você deve investir naquilo que pode te gerar resultados melhores e mais assertivos.

Softwares de gerenciamento de equipes externas e aplicativos de controle de produtividade devem ser analisados para ver o que melhor se encaixa na realidade de sua empresa. Não demore para agir e colocar essas idéias e dicas em prática.

Para ter equipes produtivas é preciso investir e apostar naquilo que acredita que será o melhor para a empresa como um todo e para os colaboradores que são uma parte muito importante para o crescimento da sua empresa.

Aproveite para fazer o download do nosso Ebook: “Seja um Expert em Equipes Externas”. É só clicar no link abaixo e fazer o seu cadastro.

Gabriel é CEO da Auvo e já ajudou mais de 1500 empresas a aumentarem a produtividade da sua equipe de campo. Além disso gerenciou equipes externas durante 7 anos e sabe bem as dores de um gestor.